Fazenda Rio Grande faz caminhada contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Fazenda Rio Grande faz caminhada contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

- Fazenda Rio Grande faz caminhada contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Dezenas de crianças, autoridades, entidades, pais e profissionais da área de psicologia e assistência social se mobilizou na manhã de quinta-feira (24), em Fazenda Rio Grande e mostrou, em uma caminhada alusiva ao dia 18 de maio – data símbolo contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – que o município está preocupado com a segurança de suas crianças.

Para ratificar as ações, a Prefeitura também promove o 2º Seminário sobre o tema nesta sexta-feira (25), a partir das 8h30, no Jockey Club, com as participações de especialistas e da palestrante psicóloga Adriana Turbay.

O prefeito Marcio Wozniack ressaltou a importância das ações realizadas no município. “Precisamos proteger nossas crianças e adolescentes, pois cuidar deles é cuidar do nosso futuro”, comentou.

O secretário de Assistência Social, José Roberto Zanchi, disse que a Prefeitura tem dado as diretrizes de políticas que possam atingir essa população infantil e de adolescentes. “Temos uma rede de proteção muito positiva e além disso, todos os órgãos podem receber denúncias e com isso vamos prevenindo e também cuidando de todos”, disse.

A coordenadora da Proteção Especial, Denise Grebos, falou sobre a “necessidade de conscientização da sociedade” e que a caminhada era “para despertar a atenção de todos”, comentou.

A diretora da Secretaria da Mulher, Ana Lúcia Pacheco, lembra a importância de  “a família observar os comportamentos, sinais, que possam apontar algo errado com as crianças e que qualquer coisa errada seja denunciada”, falou.

Na opinião da coordenadora do Cras Gralha Azul,  Ana Lilian, “é necessário cada vez mais fortalecer os vínculos familiares, a exemplo do que já acontece nos serviços de Convivência em que são feitas abordagens sobre o assunto”, analisou.

A psicóloga do Centro Social Marista Irmão Henry, Francielly Grigoli, ressaltou o trabalho feito pelo grupo no município. “Desenvolvemos também ações dentro da campanha Defenda-se, que orienta a criança por meio de linguagem acessível e preventiva”, comentou. A coordenadora da Proteção Básica, Fabiana Palinger, também participou do evento.

Seminário

Para o Seminário desta sexta-feira (25), também serão recebidos representantes do CADI, Centro Social Marista Irmão Henry, Centro de Defesa da Infância, profissionais da Saúde e da Educação.

A coordenadora do Creas, Carolina Chueire, falou sobre o evento. “Teremos um grande debate sobre o tema, cuja importância cresce a cada dia, é importante a sociedade participar e principalmente debater o tema com pais e especialistas”, avaliou.