Outubro Rosa

Fazenda Rio Grande, promove o I Seminário da Escola do Campo

Fazenda Rio Grande, promove o I Seminário da Escola do Campo

A Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, em conjunto com a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes e a Escola Municipal do Campo Senador Alô Guimarães promoveu no último sábado (30) o I Seminário do Programa Escola da Terra. Com o objetivo de promover a formação continuada de professores para que atendam as necessidades específicas do funcionamento das escolas do campo.

Segundo o Secretário Municipal de Educação, Professor Ednelson Queiroz Sobral, o Seminário realizado através do Programa demonstra a busca, na área da educação, por informações e intercâmbios. “É uma tendência, pois Fazenda Rio Grande é uma referência e queremos ser essa vanguarda no ensino, de educação no campo”, comentou.

O Programa Escola da Terra /Paraná, que em 2017 está na sua segunda edição, é promovido a partir da articulação da UFFS-Laranjeiras do Sul com o Ministério da Educação – MEC, a Universidade do Centro-Oeste do Paraná – UNICENTRO, a Universidade Federal do Paraná – UFPR, a Secretaria de Estado da Educação do Paraná – SEED/PR e as prefeituras de Cândido de Abreu, Prudentópolis, Reserva do Iguaçu, Goioxim, Pinhão, Porto Vitória, Fazenda Rio Grande, a Associação de Cooperação Agrícola e Reforma Agrária do Paraná e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST.

Durante o evento, foram realizadas palestras com a Mestre Rosana da Cruz, com a temática Educação do Campo no Brasil, Mestre Fabiana Aparecida Franco, que falou sobre a Organização da Escola localizada no campo, Mostra Pedagógica com apresentações dos educandos e participação da comunidade escolar.

Segundo a Coordenadora do Programa Escola da Terra, Michelle Renata Borsatto, o Programa acontece no Paraná desde a edição de 2015/2016. Neste ano, o Programa Escola da Terra Paraná atendeu a 514 educadoras (es) que atuam nas Escolas Multisseriadas, Escolas Itinerantes e Escolas do Campo Quilombolas e Faxinalenses, localizadas em 17 municípios do Paraná.

O processo formativo desencadeado foi organizado em cinco polos de formações organizados de acordo com a abrangência do Programa.

No total, foram 200 horas de estudos divididas em: 120 horas de Tempo Universidade e 80 horas de Tempo Comunidade. O Seminário foi prestigiado pelos professores das Escolas Municipais Urbanas e autoridades presentes.

image_pdfimage_print