Fazenda Rio Grande sobe 942 posições em ranking nacional de desenvolvimento.

Fazenda Rio Grande sobe 942 posições em ranking nacional de desenvolvimento

- Fazenda Rio Grande sobe 942 posições em ranking nacional de desenvolvimento.

O município de Fazenda Rio Grande subiu 942 posições no Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, nos últimos seis anos, no âmbito nacional ao arrancar da 1.489ª posição para a 547ª colocação. Os dados foram divulgados na última semana e mostram o desempenho do município em 2016 e seu crescimento desde 2011. No Estado, a evolução também se tornou visível quando subiu de 184º para 64º lugar entre 2011 e 2016 subindo 120 posições.

O Índice Firjan avalia os quesitos ligados a Emprego e Renda, Educação e Saúde. Em 2016 o município teve melhorias no setor da saúde que atingiram a nota 0,9098, considerado de alto desenvolvimento, assim como, na área da Educação, com 0,8192.

No quesito de emprego e renda, Fazenda Rio Grande também mereceu destaque, principalmente após a sequência de investimentos em cursos profissionalizantes que têm qualificado mão de obra para as novas indústrias.

O prefeito Marcio Wozniack ressaltou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela administração em todos os setores. “Deixamos de ser uma cidade dormitório para nos fortalecer e nos firmarmos como um pólo industrial não apenas na região, mas também uma referência no Paraná”, analisou.

O secretário de Administração, Claudemir Andrade, credita os bons índices à postura moderna da gestão. “Temos realizados bons projetos e isso é fundamental para a captação de recursos, além disso, passamos por um processo de industrialização que vem dando ótimos resultados”, comentou.

Essa política vem refletindo no aumento do ICMS, que em 2009 era de R$ 5,8 milhões e em 2016 registrava R$ 19 milhões e com projeção de atingir R$ 30 milhões neste ano.

Além da vocação industrial, que tem atraído grandes redes de lojas e empresas, o município tem apostado no empreendedorismo por meio de programas como o Fazenda Compra Aqui, que estimula empreendedores locais a se qualificarem e participarem de certames para se tornarem fornecedores.

A chegada de novas empresas – que devem gerar cerca de dez mil empregos – também vem acompanhada de investimentos em infraestrutura como saneamento e pavimentação, além de um Plano Diretor que estabelece normas para investimentos em moradias.

O Que É

O IFDM – Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal – é um estudo do Sistema Firjan que acompanha anualmente o desenvolvimento socioeconômico de todos os mais de cinco mil municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego e renda, Educação e Saúde. Criado em 2008, ele é feito, exclusivamente, com base em estatísticas públicas oficiais, disponibilizadas pelos ministérios do Trabalho, Educação e Saúde.




Últimas Notícias