Prefeitura leva Educação no Trânsito para crianças da rede municipal

Prefeitura leva Educação no Trânsito para crianças da rede municipal

Uma ação realizada na E.M. Joaquim Matsumoto na tarde desta sexta-feira (22), envolveu a rede municipal e a Secretaria de Defesa Social. O Programa Educação no Trânsito foi realizado com os alunos (as) da escola, assim como, na quinta-feira (21) foi realizado na E.M. 26 de Janeiro.  O programa faz parte das ações da Semana Nacional do Trânsito que encerrará na próxima segunda (25) com uma blitz educativa, em parceria com o Detran,  na frente da Prefeitura e posteriormente na Cesar Carelli.

O prefeito Marcio Wozniack participou de forma ativa das instruções e chegou a fazer um “circuito” com os jovens. “É muito importante levarmos esse conhecimento para nossas crianças, elas representam o futuro”, disse.

O secretário de Defesa Social, Toni Silva, disse ter havido êxito nas apresentações. “Mais de três mil alunos já foram beneficiados, usamos o equipamento disponível de forma bem interativa e isso amplia mais o conteúdo”, disse.

Na opinião do secretário de Educação, Professor Ednelson Sobral, o trabalho intersetorial provoca bons resultados. “As crianças absorvem de maneira positiva todos os ensinamentos, isso mostra também que nossa preocupação está além da escola, nós queremos mostrar o ambiente externo e o trânsito é um bom caminho”, disse.

O inspetor Dantas, da Faztrans, disse que o projeto tem obtido grande receptividade. “As crianças gostam desse tema e ao ensiná-las compartilhamos um maior conhecimento para elas, que podem ser as melhores fiscais dos próprios pais”, disse.

Para o inspetor Reis, que também é instrutor no curso, a criançada se integra e absorve bem o espírito. “O trânsito e um tema que toda criança gosta, ao ter esse contato com os equipamentos, essas simulações, aguçam ainda mais esse conhecimento”, comentou.

Os trabalhos são acompanhados pelas diretoras e professoras da escola. Na Joaquim Matsumoto a diretora Elizângela Santos Caires, a vice Franciele Pacheco e as professoras Célia e Ana Paula acompanharam e aprovaram o projeto.