Outubro Rosa
   

Secretário

Ednelson Queiroz Sobral

Endereço: Rua Tenente Sandro Luiz Kampa, 182
Contato: 41 3608-7100 | educacao@fazendariogrande.pr.gov.br | smefrg@hotmail.com

Horário de atendimento: Das 8h às 12h e das 13h às 17h

Missão

Ser um agente ativo do desenvolvimento local, assegurando às crianças, jovens e adultos da rede municipal, educação de qualidade para o exercício pleno da cidadania.

Infomações







Equipe

Equipe Educação

Diretora Geral
Geonice Luiza Moreira de Araujo

Equipe de Divisão Administrativa/Assessoria ao Gabinete
Ana Cristina Soares Almendana
Claudinir das Graças Pereira Cruz
Angela Maria Freire da Silva
Elaine dos Santos

Seção de Compras
José Daniel Fabrício

Equipe Pedagógica – Educação Infantil
Celia Regina Ferreira da Silva
Maria Regina Stadnik Bonato

Equipe Pedagógica – Educação Infantil e Ensino Fundamental  anos iniciais
Andrea Cristina Haas
Camila Renata Lobo
Danieli Konopka
Joelci da Silva Oliveira
Sueli de Oliveira Souza
Sandra Velter Kuchnir
Marinalda Pauliv Pereira
Wellington Luiz da Costa
Sônia do Rocio Schmitz

Central de Vagas
Simone Cristina da Silva Oliveira
Lucia de Oliveira

Educação Especial
Magda dos Anjos Silva Giarolo
Solange Terezinha Nogueira Domiciano

Educação de Jovens e Adultos – EJA
Sandra Velter Kuchnir

Equipe de Gestão Escolar
Gilberto Ferreira Santiago
Luciane Cristina Lopes
Denise Konopka de Mellio
Regina Bibiana Marcolin
Fernando Lima de Souza
Katyucia Karine Graboski Vieira

Documentação Escolar
Janete Alves
Nara Regina Bressan
Nutricionista
Deysi C. Wielewski

Equipe de Manutenção Predial
Aparecida de Fatima Pedroso
Edson Luiz Ramos de Oliveira
Ismar Debatin

Engenheiro Civil
Angelo Schiochet Junior
Sandro Teixeira Ribeiro

Motoristas
José Itali Mainardes
Vicente Machado da Silva

Equipe de Apoio
Aparecida de Almeida Conceição
Ruth da Cruz Szymaski
Veronica Nogueira de Lima

Estagiárias
Caroline Barbosa
Jhonathan dos Santos Silva
Sandi Yasmim Beggi Ribeiro
Amanda Carolaine Galdino Barbosa

Telefones

Telefones Educação

Gabinete do Secretário Profº Ednelson Queiroz Sobral
Telefone: 41 3608–7147

Diretora Geral Profª Geonice Luiz Moreira de Araújo
Telefone: 41 3608–7149

Assessoria ao Gabinete: Maria Ferreira Gonçalves de Carvalho
Telefone: 41 3608–7147

Seção de Compras: José Daniel Fabrício | Maria Aparecida da Silva
Telefone: 41 3608–7141 | Telefone: 41 36087146

Equipe Pedagógica – Ensino Fundamental séries/ anos iniciais:

Chefe de Divisão Pedagógica do Ensino Fundamental: Sandra Velter Kuchnir
Telefone: 41 3608–7152

Coordenação Pedagógica do 1º ano: Angelita Goss Velter
Telefone: 41 3608–7160

Coordenação Pedagógica do 2º ano: Marinalda Pauliv Pereira
Telefone: 41 36087160

Coordenação Pedagógica do 3º ano: Camila Renata Lobo
Telefone: 41 3608–7143

Coordenação Pedagógica do 4º ano: Sueli de Oliveira Souza
Telefone: 41 3608–7145

Coordenação Pedagógica do 5º ano: Andrea Cristina Haas
Telefone: 41 3608–7133

Coordenação Pedagógica de Educação Física: Bruna Pereira de Camargo
Telefone: 41 3608–7148

Coordenação Pedagógica de Arte: Joelci da Silva de Oliveira
Telefone: 41 3608–7144

Coordenação Pedagógica de Linguagem Digital e PROINFO: Ana Cristina Soares Almendana
Telefone: 41 3608–7158

Projeto Construindo Valores: Sonia do Rocio Schmitz
Telefone: 41 36087148

Equipe Pedagógica–Educação Infantil:

Chefe de Divisão Pedagógica de Educação Infantil: Célia Regina Ferreira da Silva Ianiski
Telefone: 41 3608–7138

Coordenação Pedagógica de Educação Infantil: Silvia Andreia Ferreira
Telefone: 41 3608–7138

Nutricionista: Deysi Cristina Wielewski
Telefone: 41 3608–1738

Central de Vagas: Simone Cristina da Silva de Oliveira
Telefone: 41 3608–7155

Central de vagas: Lucia de Oliveira
Telefone: 41 3608–7156

Equipe Pedagógica de Educação Especial

Chefe de Divisão Pedagógica de Educação Especial: Magda dos Anjos Silva Giarolo
Telefone: 41 3608–7158

Coordenação Pedagógica de Educação Especial: Vagna Ançay da Silveira
Telefone: 41 3608–7158

Equipe Pedagógica de Gestão Escolar

Chefe de Divisão Pedagógica de Gestão Escolar: Aparecida de Fátima Pedroso
Telefone: 41 3608–7141

Documentação Escolar e Chefia de Manutenção: Anderson Gabrie Hoshino
Telefone: 41 3608–7146

Documentação Escolar (EJA) e Bolsa Família: Janete Alves
Telefone: 41 3608–7135

Coordenação de Gestão Escolar: Luciane Cristina Ramos Lopes
Telefone: 41 3608–7159

Coordenação de Inclusão Digital  e Coordenadora Pedagógica do Mais Educação: Denise Konopka
Telefone: 41 3608–7135

Engenheiro Civil: Marcelo Szpyro Pereira Cardoso
Telefone: 41 3608–7146

Transporte Escolar: Regina Bibiana Marcolin
Telefone: 41 3608-1759

Instituições

CMEI Estados

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL ESTADOS

Endereço: Avenida Paraná S/ N° Bairro Estados
Contato: 41 3604-9261 | cmeiestados@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ANA CLARA BURBELA

HISTÓRICO

O Centro Municipal de Educação Infantil Estados foi construído a partir do PROJETO PARANÁ URBANO que visava o atendimento nos bairros com maior demanda de crianças em idade de educação infantil, porém no bairro estados com características rurais não houve procura pelas vagas na época, passando a atender uma comunidade com perfil bastante diversificado. além de sua própria comunidade, atende também crianças dos demais bairros do município, devido a indisponibilidade de vagas nos cmeis próximos a suas residências.

O CMEI Estados iniciou atendimento à comunidade em agosto de 1999, com capacidade para atender 90 crianças de 0 à 3 anos em período integral. após reforma e ampliação da estrutura física do prédio realizada em 2007, a instituição passou a atender 110 crianças em período integral.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

SOCIALIZAR PARA APRENDER

Este projeto tem como objetivo propiciar momentos de socialização entre diversas faixas etárias entre crianças e demais educadores, proporcionando a troca de experiências, os vínculos afetivos, estimulando na convivência em grupo o respeito e solidariedade entre as crianças, percebendo a importância da ludicidade nos momentos de convívio e entrosamento.

Cada equipe irá planejar atividades que contemplem as faixas etárias, para um período de quatro semanas, conforme calendário pré-estabelecido, onde será desenvolvido semanalmente intercalando as turmas.

PROJETO BANHO PEDAGÓGICO

Sua finalidade é desenvolver a autonomia e habilidades da criança para a realização de sua higiene pessoal, identificando e nomeando as partes do corpo, seus pertences e os objetos e produtos utilizados na higiene corporal.

Será proposto as crianças o banho pedagógico, onde serão desenvolvidas atividades com as mesmas enquanto esperam o banho sendo estas planejadas antecipadamente, organizando a intervenção pedagógica de forma coerente, condizente com a faixa etária das crianças.

O banho pedagógico será desenvolvido no decorrer de todo ano letivo, cada turma ralizará o banho pedagógico a cada cinco semanas (uma turma por semana).

PROJETO DENTES LIMPOS

Desenvolver o hábito de higiene bucal no seu cotidiano, entendendo a importância dos alimentos e sua influência na dentição. A estimulação será feita com todas as faixas etárias. Será organizado a intervenção pedagógica de acordo com a fáixa etária das crianças. O projeto será desenvolvido durante o ano todo, acompanhando a rotina diária do CMEI. As educadoras se utilizaram de vários recursos para estimular a escovação, sendo através de cartazes, teatrinhos e também com a visita de um dentista que auxiliará com palestras e reuniões destinadas a comunidade.

PROJETO LIXO RECICLÁVEL

Tem como objetivo proporcionar a compreensão das crianças e famílias da instituição da importância da reciclagem e a conscientização dos agravantes que o lixo pode causar ao meio e algumas formas de reaproveitamento, contribuindo para a diminuição da poluição ambiental.

PROJETO HORTA

O presente tem como finalidade adquirir o hábito de uma alimentação saudável, entendendo a importância de incluir verduras nas refeições dando preferência a produtos orgânicos devido aos elementos naturais que compõe o solo e não oferece risco a saúde, valorizando o processo de produção dos alimentos para o consumo da instituição.

FAMÍLIA NO CMEI (DIA DIFERENTE)

Propiciar a inserção da família no processo educativo do seu filho, construindo uma relação de confiança entre pais, educadores e funcionários da instituição, compreendendo o papel social do CMEI.

PROJETO DIA DO BRINQUEDO

Propiciar a socialização entre as crianças, promovendo o hábito de partilhar objetos, conscientizando da solidariedade que devemos ter com o outro, compreendendo os cuidados que devemos ter com nossos pertences e das outras pessoas.

PROJETO BUFFET

Possibilitar às crianças desenvolver tanto sua autonomia para escolha dos alimentos de sua preferência e o gosto pelos alimentos que fazem parte do cardápio na instituição, quanto a habilidade para servir-se sozinha no buffet.

CMEI Francisco João Orso

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL FRANCISCO JOÃO ORSO

Endereço: Rua Framboezeira, N. 10 – Eucaliptos
Contato: 41 3604-8050

EQUIPE DE GESTÃO:

Direção: ADRIANA DA SILVA

CMEI Gralha Azul

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL GRALHA AZUL

Endereço: Avenida Albatroz, 430 – Bairro Gralha Azul
Contato: 41 3604-7853 | cmeigralha@fazendariogrande.pr.gov.br | cmeiga@fazendariogrande.pr.gov.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: SOLANGE APARECIDA GAIOSKI PEREIRA

HISTÓRICO

O Centro Municipal de Educação Infantil Gralha Azul foi inaugurado em 1998, sendo vinculado a Secretaria Municipal de Ação Social. No segundo semestre do ano de 1999, nossa instituição passou a ser administrada pela Secretaria Municipal de Educação.

ESTRUTURA DO CMEI

O CMEI Gralha Azul atende crianças de 4 meses a 4 anos sendo divididas em 4 níveis: Berçário I – 4 meses a 1 ano; Berçário II – 1 a 2 anos; Maternal I – 2 a 3 anos e Maternal II – 3 a 4 anos. Nossa instituição possui 4 salas de aula, atendendo uma turma de cada nível.

Atende 4 turmas em período integral / 90 alunos da Educação Infantil.

CMEI Iguaçu

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL IGUAÇU

Endereço: Rua Farid Stephens, s/nº – Bairro Pioneiros
Contato: 41 3604-7243 | cmeiiguacu@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ELIANA CRISTINA SILVESTRE DA SILVA

HISTÓRICO

O terreno para a construção do Centro de Educação Infantil Iguaçu foi doado por uma família conhecida no município e fundado no dia 24 de março de 1998, atendendo a 48 crianças.

Foi oficialmente inaugurado em 27 de junho de 1998 pela Secretaria do Estado da Criança, Fani Lerner como Centro de Educação Infantil Iguaçu (CAI). No inicio do ano letivo de 2000 passou a denominar-se como Centro Municipal de Educação Infantil Iguaçu e administrada pela Secretaria Municipal de Educação.

O CMEI Iguaçu passou a funcionar com 4 salas atendendo em média 90 crianças. Mais tarde com ajuda da comunidade e amigos foi construída uma sala nos fundos do prédio da Instituição, onde passou a funcionar a sala para atendimento as crianças de 4 à 5 anos.

CMEI Santa Terezinha

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL SANTA TEREZINHA

Endereço: Rua Rio Piquiri, s/nº – Bairro Iguaçu II
Contato: 41 3604-7557

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ELIANA CRISTINA RODRIGUES DA SILVA SANTUCCI

HISTÓRICO

O Centro Municipal de Educação Infantil Santa Terezinha foi inaugurado no dia 27 de julho de 1998, entrando em exercício no dia 05 de agosto do mesmo ano. Durante seu primeiro ano de funcionamento, fazia parte da Secretaria Municipal de Ação Social. Devido a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional – LDBEN de 02/12/1996, a Educação Infantil passou a compor a Educação Básica. Desta forma, em consonância com a lei, a partir de dezembro de 1999, o CMEI se torna responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação.

ESTRUTURA DO CMEI

O CMEI Santa Terezinha possui 4 salas de aula, 5 banheiros infantis, 1 banheiro para funcionários, 1 lavanderia, 1 cozinha, 1 lactario, dispensa, almoxarifado, secretaria, sala pedagógica e refeitório.

Atende um total de 90 crianças matriculadas em quatro turmas, sendo: Berçário I com 16 crianças de 4 meses a um ano de idade; Berçário II com 20 crianças de 1 a 2 anos de idade; Maternal I com 24 crianças de 2 a 3 anos de idade e Maternal II com 24 crianças de 3 a 4 anos de idade. A instituição atende as crianças em suas necessidades de acolhimento afetivo, nutrição, higiene e saúde, em seu bem estar pessoal e físico, como também nas suas necessidades de desenvolvimento e aprendizagem, propiciando situações que contribuam para o desenvolvimento integral da criança, garantindo assim articulação entre o cuidar e o educar.

CMEI Tia Fani

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL TIA FANI

Endereço: Avenida Brasil, N. 2014 – Eucaliptos
Contato: 41 3604-3178 | cmeitiafani@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: CLAUDINÉIA ALVES DO NASCIMENTO MIRANDA

HISTÓRICO DO CMEI

O centro Municipal de Educação Tia Fani, recebeu este nome em homenagem a senhora Fani Lerner, esposa do governador da época, a qual inaugurou o centro. O prédio construído em 1997, pelo governo federal tinha como objetivo a implantação de um CAIC – Centro de Atenção Integral à Criança, e ainda sem ser utilizado para este fim, foi repassado à Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, através de um termo de sessão provisória, onde celebram entre si o Estado, representado pela SEED e pela Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande, visando a utilização do CAIC dentro da forma estabelecida.

O centro iniciou suas atividades em 2 de março de 1998, sendo inaugurado em setembro do mesmo ano, onde era subsidiado pela Secretaria Municipal de Ação Social, tendo autorização de funcionamento a partir do dia 4 de dezembro de 1998, constantes no processo protocolado sob n. 3.693.272-4, parecer n.79/99, do Núcleo Regional Área Metropolitana Sul – Paraná, passando a partir do mês de novembro de 1999, a fazer parte da Secretaria Municipal de Educação.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de funcionários: 08
Nº de professores: 32
Nº de turmas: 7
Nº de alunos: 150

CMEI Zilda Arns

CENTRO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL ZILDA ARNS

Endereço: Rua Estados Unidos, 956 – Nações
Contato: 41 3604-1185

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: MARIA REGINA STADNIK BONATO

Escola Municipal 26 de Janeiro

Endereço: Avenida Brasil, n. 2014, Bairro Nações – CEP: 83820-065
Contato: 41 3604-4079 | em26j@fazendariogrande.pr.gov.br | escola26dejaneiro@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ANDRÉIA GUILEN DE OLIVEIRA

HISTÓRICO

A Escola Municipal 26 de janeiro, recebeu este nome em homenagem a emancipação de Fazenda Rio Grande do município de Mandirituba, a qual ocorreu em 26 de janeiro de 1992. Atende em média 830 alunos de Educação Infantil e Ensino Fundamental – séries iniciais, nos períodos da manhã e da tarde. No período noturno atende a Educação de Jovens e Adultos – EJA. Sua construção foi realizada pelo Governo Federal, com o objetivo de implantação de um CAIC – Centro de Atenção Integral a Criança, mas sem ser utilizado para este fim, foi repassado para a Prefeitura Municipal.

Número de Funcionários: 16
Número de Professores: 61
Número de Turmas: Manhã 15 / Tarde 18
Número de Alunos:  195 (Ensino Fundamental 517 | Educação Infantil 17)

PROJETOS DESENVOLVIDOS

PROJETO LER E PENSAR

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

JOGOS NA ESCOLA

OLIMPÍADAS DE LÍNGUA PORTUGUESA

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro (Olimpíada) desenvolve ações de formação de professores com o objetivo de contribuir para a melhoria do ensino da leitura e escrita nas escolas públicas brasileiras.

A Olimpíada tem caráter bienal e, em anos pares, realiza um concurso de produção de textos que premia as melhores produções de alunos de escolas públicas de todo o país. Na 3ª edição participam professores e alunos do 5º ano do Ensino Fundamental (EF) ao 3º ano do Ensino Médio (EM), nas categorias: Poema no 5º e 6º anos EF; Memórias no 7º e 8º anos EF; Crônica no 9º ano EF e 1º ano EM; Artigo de opinião no 2º e 3º anos EM. Nos anos ímpares, desenvolve ações de formação presencial e a distância, além da realização de estudos e pesquisas, elaboração e produção de recursos e materiais educativos.

Uma iniciativa do Ministério da Educação (MEC) e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec — Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, a Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro tem como parceiros na execução das ações o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e o Canal Futura.

HORTA NA ESCOLA

PROJETO PEQUENO ESCRITOR

Uma obra escrita pela própria criança é a idéia do Projeto Pequeno Escritor. Uma forma de levar às escolas a oportunidade de transformar suas crianças em autores de uma obra própria. Uma iniciativa que a Edelbra tomou para promover a criatividade, o interesse pela leitura e o aperfeiçoamento da escrita nas séries iniciais.

O Projeto Pequeno Escritor está recebendo o apoio de autores e ilustradores consagrados e precisa contar com a participação ativa dos professores e da família.
No final do Projeto, cada criança recebe seu livro personalizado, com a mais alta qualidade de impressão.

Escola Municipal Alcides Mário Pelanda

Endereço: Rua Pessegueiro, 197 – Eucaliptos – CEP: 83820-449
Contato: 41 3604-9015 | emamp@fazendariogrande.pr.gov.br | emalcidesmariapelanda@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ROZELETE TEREZINHAFERREIRA GREGÓRIO

Escola Municipal Antônio Baldan

Endereço: Rua Albatroz, 430 – Gralha Azul – CEP: 83824-402
Contato: 41 3608-2854 | emab@fazendariogrande.pr.gov.br | antoniobaldanfrg@yahoo.com.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ELIANE DO ROCIO PINHEIRO

ESTRUTURA DA ESCOLA

A escola conta com 9 salas de aula, atendendo 18 turmas organizadas para atender durante o ano letivo de 2010 as seguintes turmas: Pré I – 3 turmas, Pré II – 2 turmas, 1º ano – 3 turmas, 2º ano – 1 turma, 3º ano – 3 turmas, 4º ano – 2 turmas, 3ª série – 1 turma e 4ª série – 3 turmas.

Conta também com um laboratório de informática com 18 computadores e uma biblioteca, além do pátio coberto.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

PROJETO HORTA

O Projeto horta acontece em conjunto com as aulas regulares, realizado pela pedagoga, professoras e educandos das turmas de educação infantil. A organização é feita de maneira que cada turma passe pela horta uma vez durante a semana, realizando as ações necessárias para um bom desenvolvimento do projeto.

Como parte integrante, são proporcionadas visitas/aulas externas em ambientes como as instalações da PUC Fazenda.

PROJETO LER E PENSAR

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

PROJETO LITERATURA NA BIBLIOTECA

O Projeto Literatura na Biblioteca é realizado semanalmente pela Professora Edinéia de Moura. Uma vez na semana os educandos são levados ao espaço da Biblioteca, onde participam de contação de histórias, construções pictóricas, produções de texto, teatro de fantoches, etc.

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

PROGRAMA AGRINHO

O Agrinho é um Programa de responsabilidade social realizado pelo Estado do Paraná. Teve seu inicio no ano de 1995, quando foram sistematizadas as propostas pedagógicas que tinham por essência os “Temas Transversais”. Em seu inicio o Programa priorizou a temática ambiental, tentando responder questões importantes sobre a contaminação da população por agrotóxicos. No decorrer, com a ecxelente aceitação do mesmo, foram ampliadas as temáticas, passando a discutir também questões referentes a Cidadania, Trabalho e Consumo, Civismo e Saúde.

Professores e alunos participantes do programa recebem com entusiasmo o material publicado anualmente, o qual apresenta diversas sugestões metodologicas para enriquecer o trabalho em sala de aula. Dentre estas práticas podemos destacar as dramatizações, jogos de encaixe, quebra cabeça, resolução de problemas, recorte e colagem, produção de textos, confecção de livros, dobraduras, etc.

OLÍMPIADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

A Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve ações de Formação de Professores, com o objetivo de contribuir para a ampliação do conhecimento e aprimoramento do ensino da escrita. Uma das estratégias é a realização de um concurso de produção de textos que premia poemas, memórias literárias, crônicas e artigos de opinião elaborados por alunos de escolas públicas de todo país.

Em 2010 o concurso foi aberto aos professores e alunos do 5º ano (4ª série) do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO

O Programa Mais Educação, é um convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Educação de Fazenda Rio Grande e o Ministério da Educação (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade/SECAD). Tem como principal objetivo elevar os índices de aprendizagem (IDEB) e a qualidade no desenvolvimento das crianças. Carateriza-se pela ampliação do tempo escolar, não somente com atividades recreativas, mas com oportunidades diferenciadas de aprendizagem.

Oficinas ministradas pelos estagiários contratados pelo programa:

Oficina de Capoeira;
Oficina de apoio na linguagem matemática;
Oficina de apoio na língua Portuguesa;
Oficina de Dança;
Oficina de Futebol
Oficina de Recreação e Lazer.
Oficina ministrada por voluntário:
Oficina de artesanato.

Escola Municipal Arnaldo Busato

Endereço: Avenida Brasil , 1540 – Eucaliptos – CEP: 83820-065
Contato: 41 3627-0669 | emab@fazendariogrande.pr.gov.br | escolamunicipalarnaldobusato@gmail.com | emarnaldobusato@yahoo.com.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ROSILEI PINTO GARCIA DOS SANTOS

HISTÓRICO

A Escola Municipal Arnaldo Busato – Educação Infantil e Ensino Fundamental está localizada à Avenida Brasil, 1540, Bairro Eucaliptos, município de Fazenda Rio Grande, o qual faz parte da Região Metropolitana de Curitiba, Estado do Paraná. Pertence ao Núcleo Regional de Educação da área Metropolitana Sul e tem como entidade mantenedora a Prefeitura Municipal de Fazenda Rio Grande.

O prédio foi construído inicialmente para funcionar como hospital, mas foi transformado em escola no ano de 1992, inicialmente como Ensino de 1º Grau, conforme Resolução nº 1.278 de 27/04/1992. A autorização para funcionamento da Educação Infantil veio através da Resolução nº 1.067 de 14/03/1996.

Em 1998 passou a ser Escola Municipal Arnaldo Busato – Educação Infantil e Ensino Fundamental de 1ª a 4ª série, desmembrando-se do atual Colégio Estadual Doutor Décio Dossi, ao qual era integrada através da Resolução 1.067 de 14/03/1996. Esse nome surgiu em homenagem ao notável cidadão que se destacou no Estado do Paraná, tanto por sua pessoa quanto pelo seu trabalho em favor da população. A instituição recebeu este nome como um tributo ao médico Arnaldo Faivro Busato.

Localizada num ponto estratégico do município, próximo ao referencial CAIC, à prefeitura, ao terminal de ônibus e a novos loteamentos, o que resulta numa procura bastante grande por vaga.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de funcionários: 13
Nº de professores: 38
Nº de turmas: Manhã 11 Tarde 15
Nº de alunos: Educação Infantil 95 Ensino Fundamental 477 Educação Especial 20

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Ler e Pensar

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamenta no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

Programa Prática Educativa de Trânsito

Curso APRENDENDO E… VIVENDO , sob a execução e coordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atende alunos dos 5º anos do Ensino Fundamental.

Olimpíada da Língua Portuguesa

A Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve ações de Formação de Professores, com o objetivo de contribuir para a ampliação do conhecimento e aprimoramento do ensino da escrita. Uma das estratégias é a realização de um concurso de produção de textos que premia poemas, memórias literárias, crônicas e artigos de opinião elaborados por alunos de escolas públicas de todo país. Em 2010 o concurso foi aberto aos professores e alunos do 5º ano (4ª série) do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

PROJETO PEQUENO ESCRITOR

Uma obra escrita pela própria criança é a idéia do Projeto Pequeno Escritor. Uma forma de levar às escolas a oportunidade de transformar suas crianças em autores de uma obra própria. Uma iniciativa que a Edelbra tomou para promover a criatividade, o interesse pela leitura e o aperfeiçoamento da escrita nas séries iniciais.

O Projeto Pequeno Escritor está recebendo o apoio de autores e ilustradores consagrados e precisa contar com a participação ativa dos professores e da família.
No final do Projeto, cada criança recebe seu livro personalizado, com a mais alta qualidade de impressão.

CONSTRUINDO VALORES

O projeto “Construindo Valores” foi implantado no Ensino Fundamental do 1º ao 5º Ano e vem para enriquecer ainda mais o trabalho diário que a escola desenvolve quanto à educação por princípios.

Fundamentado na palavra de Deus e nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais), o projeto vem contribuindo com a educação propagando valores como: amor, gratidão, solidariedade, saúde, pluralidade cultural, orientação sexual. Valores estes que contribuirão para o desenvolvimento cognitivo, social e espiritual do aluno.

O projeto atua há 30 anos em escolas públicas e particulares de Curitiba e região metropolitana, com voluntários devidamente capacitados para este trabalho.

As atividades propostas estão sendo desenvolvidas uma vez na semana em sala de aula, com duração de 45 minutos, sendo o planejamento adaptado de acordo com a faixa etária de cada turma. A metodologia usada como: musicalização, dinâmica, jogos, teatro, bonecos, exercícios escritos, conversações, etc., vem aprimorar o tema proposto de cada aula, estimulando o raciocínio, a comunicação, a descontração, integração, afetividade e reflexão de comportamento, trabalhando valores através do exemplo de Cristo.

Cada aluno tem a disposição um livro didático sem quaisquer ônus para os pais. O planejamento em sua íntegra, se encontra nos arquivos da escola à disposição para consulta.

VIVA O MEIO AMBIENTE

O programa “Viva Meio Ambiente” promove ações de conscientização ambiental junto aos professores de escolas dos municípios localizados às margens do trecho administrado pela Concessionária, formado pelo Contorno Leste de Curitiba (BR-116) e pelas BRs 376 e 101, entre Curitiba (PR) e Palhoça (SC). Temas relacionados a preservação do meio ambiente são trabalhados em atividades como dinâmicas de grupo, exercícios, musicalização e oficinas. Os participantes recebem as instruções e o material educativo para repassar a outros educadores e trabalhar com alunos em sala de aula.

SORRISO NA ESCOLA

OFICINAS PEDAGÓGICAS

Escola Municipal Carlos Eduardo Nichele

Endereço: Rua Nossa Senhora do Rocio, 114 – Santa Terezinha – CEP: 83.829-044
Contato: 41 3604-7558 | escola_carloseduardo@ig.com.br | emcen@fazendariogrande.pr.gov.br | escolacarloseduardonichele@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ROSIMAR OSÓRIO DE OLIVEIRA

HISTÓRICO

O terreno da instituição escolar foi doado pelo senhor Erotides Ângelo Nichele, ex-prefeito de Mandirituba no ano de 1985,pai de Carlos Eduardo Nichele,que se acidentou durante a construção da instituição,surgindo assim o nome da escola. A instituição educativa escolar foi inaugurada em julho de 1987 com recursos da Fundação Educacional do Estado do Paraná-FUNDEPAR em convênio com a Prefeitura Municipal de Mandirituba.

Nesta época Fazenda Rio Grande pertencia ao município de Mandirituba. A instituição contava com duas(2) salas de aula, cozinha, banheiros, um pátio sem cobertura e muro. Ofertava o Ensino Fundamental com turnos de manhã e tarde. Como a demanda foi crescendo em 1990 o município de Fazenda Rio Grande foi desmembrado de Mandirituba e houve ampliação da escola com mais três(3) salas de aula, banheiros com apoio da comunidade. Atualmente a Escola tem como mantenedora a Prefeitura Municipal.

ESTRUTURA DA UNIDADE ESCOLAR

Conta com 06 (seis) salas de aula, biblioteca, laboratório de informática, parquinho, pátio coberto, sala de recurso, sala dos professores, cozinha dos professores, banheiros para funcionários, banheiro para alunos, cozinha, secretaria.
Tem atualmente:

26 funcionários;
14 professores;
12 turmas – manhã 6 / tarde 6;
318 alunos, sendo 25 Educação Infantil, 293 Ensino Fundamental e 09 Educação Especial;

PROJETOS DESENVOLVIDOS

PROJETO PEQUENO ESCRITOR (EDELBRA)

Uma obra escrita pela própria criança é a idéia do Projeto Pequeno Escritor. Uma forma de levar às escolas a oportunidade de transformar suas crianças em autores de uma obra própria. Uma iniciativa que a Edelbra tomou para promover a criatividade, o interesse pela leitura e o aperfeiçoamento da escrita nas séries iniciais.

O Projeto Pequeno Escritor está recebendo o apoio de autores e ilustradores consagrados e precisa contar com a participação ativa dos professores e da família. No final do Projeto, cada criança recebe seu livro personalizado, com a mais alta qualidade de impressão.

PROJETO AGRINHO

O Agrinho é um Programa de responsabilidade social realizado pelo Estado do Paraná. Teve seu inicio no ano de 1995, quando foram sistematizadas as propostas pedagógicas que tinham por essência os “Temas Transversais”. Em seu inicio o Programa priorizou a temática ambiental, tentando responder questões importantes sobre a contaminação da população por agrotóxicos. No decorrer, com a excelente aceitação do mesmo, foram ampliadas as temáticas, passando a discutir também questões referentes a Cidadania, Trabalho e Consumo, Civismo e Saúde.

Professores e alunos participantes do programa recebem com entusiasmo o material publicado anualmente, o qual apresenta diversas sugestões metodológicas para enriquecer o trabalho em sala de aula. Dentre estas práticas podemos destacar as dramatizações, jogos de encaixe, quebra cabeça, resolução de problemas, recorte e colagem, produção de textos, confecção de livros, dobraduras, etc.

SOCIEDADE BIBLICA

Desde 1977, esse programa promove a distribuição de material didático e paradidático a escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. O material é utilizado tanto no Ensino Religioso curricular como no desenvolvimento de atividades pedagógicas complementares, ampliando o contato da comunidade escolar com a Bíblia. Por meio dessas ações, o programa busca: suprir as necessidades de material específico para esta disciplina; favorecer o resgate de valores éticos e espirituais entre crianças e adolescentes; contribuir para o fortalecimento do núcleo familiar; promover a cidadania e a integração dos beneficiados no mercado de trabalho.

O programa é desenvolvido por meio de dois projetos: Estudando com a Bíblia (ECAB) e o Introdução aos Valores Bíblicos, com os seguintes objetivos: Desenvolvimento ético e espiritual, promoção da educação e cultura e promoção da cidadania.

– Estudando com a Bíblia (ECAB)

Desenvolvido em parceria com Prefeituras Municipais, esse projeto tem como objetivo incentivar a implantação do Ensino Religioso. Por isso, a SBB desenvolveu o material didático Estudando com a Bíblia (ECAB). Trata-se de uma coleção voltada a alunos de Educação Infantil e Ensino Fundamental, que reúne diversas atividades e exercícios de fixação, e tornou-se material de referência para o estudo da Bíblia em sala de aula.

– Introdução aos Valores Bíblicos

O projeto contempla com literatura bíblica escolas que desenvolvem ações pontuais com o objetivo de divulgar a Bíblia e torná-la relevante à vida desse público, especialmente no que se refere ao resgate de valores. Para a sua execução, o projeto conta com a colaboração de voluntários que têm a função de desenvolver atividades em torno da Bíblia em instituições de ensino.

RESGATANDO VALORES

O projeto “Construindo Valores” foi implantado no Ensino Fundamental do 1º ao 5º Ano e vem para enriquecer ainda mais o trabalho diário que a escola desenvolve quanto à educação por princípios.

Fundamentado na palavra de Deus e nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais), o projeto vem contribuindo com a educação propagando valores como: amor, gratidão, solidariedade, saúde, pluralidade cultural, orientação sexual. Valores estes que contribuirão para o desenvolvimento cognitivo, social e espiritual do aluno.

As atividades propostas estão sendo desenvolvidas uma vez na semana em sala de aula, com duração de 45 minutos, sendo o planejamento adaptado de acordo com a faixa etária de cada turma. A metodologia usada como: musicalização, dinâmica, jogos, teatro, bonecos, exercícios escritos, conversações, etc., vem aprimorar o tema proposto de cada aula, estimulando o raciocínio, a comunicação, a descontração, integração, afetividade e reflexão de comportamento, trabalhando valores através do exemplo de Cristo.

Cada aluno tem a disposição um livro didático sem quaisquer ônus para os pais. O planejamento em sua íntegra, se encontra nos arquivos da escola à disposição para consulta.

BAIRRO LIMPO

SORRISO NA ESCOLA

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

Escola Municipal Deputado Luiz Gabriel Sampaio

Endereço: Rua São Brás, nº 94 – Bairro Santa Terezinha
Contato: 41 3627-7783 | escola_gabrielsampaio@yahoo.com.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretor(a): ELCI GEBING BARBOSA

HISTÓRICO

A Escola Municipal Deputado Luiz Gabriel Sampaio foi inaugurada em 15 de fevereiro de 1985, atendendo turmas de Pré Escola e séries iniciais do Ensino Fundamental.
Este estabelecimento de ensino recebeu este nome em homenagem ao Deputado Luiz Gabriel Sampaio, nascido em Londrina no ano de 1943, que veio a falecer tragicamente em um acidente automobilístico no ano de 1983.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de Funcionários: 35
Nº de Professores: 23
Nº de Turmas: Manhã 12 Tarde 12
Nº de alunos: Educação Infantil 122 Ensino Fundamental 510

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Monitor
Projeto Dança
Projeto Leitura
Projeto Reciclagem

Escola Municipal Generoso Salustiano Barbosa

Endereço: Rua Paulo Leminski, 729 – Jardim Veneza – CEP: 83825-145
Contato: 41-3604-9453 | emgsb@fazendariogrande.pr.gov.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: Anete Ferreira da Cruz Leal

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Ler e Pensar

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos

PROGRAMA PRÁTICA EDUCATIVA DE TRÂNSITO

Curso APRENDENDO E… VIVENDO, sob a execução e ccordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atende alunos de 4ª série do Ensino Fundamental.

OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

A Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve ações de Formação de Professores, com o objetivo de contribuir para a ampliação do conhecimento e aprimoramento do ensino da escrita. Uma das estratégias é a realização de um concurso de produção de textos que premia poemas, memórias literárias, crônicas e artigos de opinião elaborados por alunos de escolas públicas de todo país.

PROJETO CONSTRUINDO VALORES

Realizado uma vez por semana com todos os alunos, pela pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular Senhora Sônia, resgata valores diversos por meio de palestras, jogos, e música. Durante os encontros são abordados assuntos referentes ao respeito, solidariedade, drogas e violência

Escola Municipal Guisela Kuss Rieke

Endereço: Avenida Portugal, 244 – Nações
Contato: (41) 3604-3105 | guisela1970@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ROSILDA MATHIAS DE ALMEIDA

HISTÓRICO

Seu funcionamento iniciou quando ainda o município de Fazenda Rio Grande pertencia ao Município de Mandirituba. Em 1970 suas atividades iniciaram em caráter rural, com aproximadamente 70 alunos em três salas de aula. Em 1984, foi ampliada com a construção de mais algumas salas de aula, para melhor atender a clientela, passando a funcionar com escola estadual e municipal, sendo mantida pela prefeitura do município até 1990. Com a emancipação do Município de Fazenda Rio Grande em 1990, passou a ser mantida pela prefeitura do novo município. Foi a segunda escola a funcionar dentro do perímetro que atualmente é do município de Fazenda Rio Grande.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de Funcionários: 04
Nº de Professores: 13
Nº de Turmas: Manhã 5 Tarde 5
Nº de alunos: 243
Educação Infantil: 25 alunos
Ensino Fundamental: 218 alunos

PROJETOS DESENVOLVIDOS

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

Projeto Ler e Pensar

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamenta no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

PROGRAMA PRÁTICA EDUCATIVA DE TRÂNSITO

Curso APRENDENDO E… VIVENDO , sob a execução e coordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atende alunos dos 5ª anos do Ensino Fundamental.
OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA

A Olimpíada da Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, realizada pelo Ministério da Educação e pela Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Cenpec – Centro de Estudo e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve ações de Formação de Professores, com o objetivo de contribuir para a ampliação do conhecimento e aprimoramento do ensino da escrita. Uma das estratégias é a realização de um concurso de produção de textos que premia poemas, memórias literárias, crônicas e artigos de opinião elaborados por alunos de escolas públicas de todo país. Em 2010 o concurso foi aberto aos professores e alunos do 5º ano (4ª série) do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio.

PROJETO SACOLA VIAJANTE

Consiste em duas sacolas, sendo uma para meninos e uma para meninas, contendo em seu interior uma revista super interessante, gibis, livros de literatura infantil e um caderno para comentários.

Cada dia da semana, uma das crianças leva para sua casa a sacola, a qual é explorada através da leitura por toda sua família. Antes da devolução na aula seguinte, os pais tem o compromisso de deixar um comentário sobre a prática desenvolvida.

Projeto Recreio Dirigido

Programa Sorriso na Escola

Construindo Valores

Literatura e Brinquedoteca

Escola Municipal Joaquim Katsuki Matsumoto

Endereço: Rua: Mandirituba, 179 – Bairro Estados
Contato: 41 3627-6379 | joaquimk.matsumoto@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ELISANGELA DO ROCIO FCO WERNICKI
Vice Direção: ELIANE MARQUES
Suplente: SANDRA REGINA KNAPIK
Coordenação Pedagógica: GISELI FERNANDES RIBEIRO

ESTRUTURA DA ESCOLA

Nº de turmas: Manhã 12 Tarde 12
Nº de Funcionários: 10 Serviços Gerais, 02 Documentadores Escolar e 04 Estagiários
Nº de Professores: 23
Nº de Alunos: Educação Infantil: 73 Ensino Fundamental: 493 Educação Especial: 11
Níveis atendidos: Educação Infantil e Ensino Fundamental (anos iniciais).

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Leitura na Escola

Escola Municipal Luiz Nichele

Endereço: Rua Eritréia,171 – Jardim Santarém – Nações
Contato: 41 3604-9292 | escolaluiznichele@gmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: NARZARINO GARCIA DE SOUZA

Escola Municipal Marlene Barbosa

Endereço: Rua Alfredo Gonchorowski, 337 – Pioneiros
Contato: 41 3627-6753 | emmb@fazendariogrande.pr.gov.br / emarlenebarbosa@gmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: DANIELE KONOPKA OLDONI

HISTÓRICO

A escola teve início em 1980, com caráter rural, chamando-se Escola Rural Marlene Barbosa, somente no dia 08 de maio de 1992 do ato 1274/92 este estabelecimento passou a denominar-se Escola Municipal Marlene Barbosa. Atualmente possui 850 alunos matriculados.

O casal João Gregório Barbosa e Anita Elvira Shereiner Barbosa, moradores de Fazenda Rio Grande, formaram uma família composta por 11 filhos, dentre eles uma menina chamada Marlene da Luz Barbosa, que se destaca entre as crianças por sua religiosidade.

A família Gregório Barbosa uma das pioneiras da região, contribui muito para o desenvolvimento regional e construção da primeira capela do município. No dia 27 de março de 1966 a família de João Gregório voltava de uma novena, a menina Marlene de 09 anos ao descer do caminhão, foi puxada pelo rodado, falecendo no mesmo instante.

Devido ao fato ocorrido foi contruída no local, uma capela em homenagem a memória de menina Marlene Barbosa.
Anos após o acidente, o local onde estava a capela, foi doado pelo proprietário João Gregório Barbosa para a contrução de uma escola, só que esta teria que se chamar Marlene Barbosa.

Porém a escola foi contruída com o nome de Escola Estadual Progresso onde atendia alunos de 1ª a 8ª séie. Somente após a emancipação do município em 1990 começou a ser contruída uma escola para atender alunos de 5ª série até o ensino médio, atualmente colégio Desembargador Jorge Andriguetto.

A escola finalmente começou a funcionar no ano de 1992 no local da doação do terreno, sendo feito a vontade da família Gregório Barbosa com o nome de ESCOLA MUNICIPAL MARLENE BARBOSA.

ESTRUTURA DA UNIDADE ESCOLAR

Níveis de atendimento

Educação Infantil
Ensino fundamental – 1º ao 5º ano
Educação Especial: Sala Multifuncional e Sala de Recursos

A entrada dos alunos é realizada pelo portão principal, os mesmos formam filas no pátio ao ouvirem o sinal (campainha) por ano e turma. Juntamente com os Professores e a Direção faz-se uma oração conjunta. Todas as sextas-feira é dedicada ao momento cívico com a execussão dos Hinos Nacional e de Fazenda Rio Grande.

Infraestrutura da escola

A escola dipõe atualmente em seu espaço físico:

19 (dezenove) salas de aula;
01 (uma) sala de Recurso e Multifuncional;
01 (uma) sala para os Professores e Coordenação Pedagógica;
01 (uma) sala para a Direção;
02 (duas) secretarias (uma para o Ensino Fundamental e a outra para Educação de Jovens e Adultos – CEEBJA);
01 (uma) sala para a Coordenação CEEBJA;
02 (dois) laboratório de informática (OI TONOMUNDO) e (PROINFO);
01 (uma) sala de Leitura;
01 (uma) sala para o arquivo-morto;
01 (uma) sala de reforço;
01 (uma) sala para os materias de Arte;
01 (uma) sala para os materiais de Educação FÍsica;
01 (uma) cozinha com dispensa e depósito;
01 (um) refeitório;
10 (dez) banheiros femininos;
10 (dez) banheiros masculinos;
01 (um) banheiro feminino adulto;
01 (um) banheiro masculino adulto;
01 (um) depósito de material de limpeza;
01 (um) Ginásio Poliesportivo.

PROJETOS DESENVOLVIDOS:

LER E PENSAR:

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e produção oral e escrita, tendo o acesso a informação como suporte, a construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.O projeto se fundamenta no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

PROGRAMA DE PRÁTICA EDUCATIVA NO TRÂNSITO

Curso “Aprendendo e… Vivendo!”, sob a execução e coordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atendeu alunos do 5ºano do Ensino Fundamental.

Este curso consiste em:

– Dez horas/aula a serem desenvolvidas pelas Escolas de Ensino Fundamental, utilizando a cartilha “Aprendendo e… Vivendo!” e o planejamento de atividades.

– Quatro horas/aula nas dependências da EPET com atividades teóricas, lúdicas e práticas. Os alunos participantes recebem certificado e carteira de pedestre.

Escola Municipal Maryle Aparecida Schettert Ferri

Endereço: Rua Tangará, nº 708 – Bairro Gralha Azul
Contato: (41) 3608-2717 | escolamaryle@gmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ROSELI DE OLIVEIRA

HISTÓRICO

A Escola Municipal Professora Maryle Aparecida Schettert Ferri, fundada no ano de 2006, recebeu este nome em homenagem a uma professora que trabalhou por muito tempo em nosso município. Educadora que prezava a alegria e o entusiasmo do aluno.Em seu primeiro ano de funcionamento atendeu um total de 462 alunos, matriculados nas turmas de Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de funcionários: 42
Nº de professores: 25
Nº de Turmas: Manhã 14 Tarde 15
Nº de Alunos: 662
Educação Infantil: 141
Ensino Fundamental: 475
Educação Especial: 06

Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima

Endereço: Rio Guarani, 365 Iguaçu II
Contato: 41 3608-3973 | emnsfatima2009@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretor (a): MARLENE KRUPA DO ROSÁRIO
Vice diretor (a): SILVANA PALERMO

HISTÓRICO

A instituição recebeu este nome do 1º prefeito – Geraldo Cartário Ribeiro Junior, que tinha por devoção esta santa. Nos anos de 1996 e 1997 a instituição era extensão da Escola Municipal Santa Fé. No ano de 1998 através do parecer nº 2520/97 da Coordenação de Estrutura e Funcionamento, a escola foi legalizada e documentada.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Ler e Pensar

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamenta no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

Programa Prática Educativa de Trânsito

Curso APRENDENDO E… VIVENDO, sob a execução e coordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atende alunos dos 5º anos do Ensino Fundamental.

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

Escola Municipal Santa Cecília

Endereço: Rua Maranhão, 74 – Bairro Estados – Fazenda Rio Grande
Contato: 41 3627-9368 | emsantaceciliafrg@hotmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: MARIA JOSÉ SOARES ALMENDANA HOSHINO
Vice – Direção: LEONICE JUREMA BATISTA
Suplente: SANDRA MARA TEODORO DINIZ
Coordenação Pedagógica: SANDRA MARA TEODORO DINIZ

HISTÓRICO

A Escola Municipal Santa Cecília – Educação Infantil e Ensino Fundamental teve início como extensão da Escola Municipal Deputado Luiz Gabriel Sampaio, sendo inaugurada como “Santa Cecília” em 20/03/1998 (vinte de março de mil novecentos e noventa e oito). Teve como Diretora nomeada Divanir Miranda Fragoso (março a dezembro de 1996). No ano letivo de 1997 assumiu como professora responsável à professora Jandira Alves Meneghini, em 1998 Sandra Mara Flizicoski, em 1999 Denise do Rocio Grebos, ambas nomeadas. No ano de 2000, ocorreu a 1ª eleição democrática, onde o povo escolheu através do voto sendo então eleitas as seguintes Diretoras:

– 2000/ 2002 – Denise do Rocio Grebos;
– 2003/ 2004 – Denise do Rocio Grebos;
– 2005 – Vanessa Raymundo Pires;
– 2006 – Denise Konopka;
– 2006 – Luciane Cristina Lopes;
– 2007/2008 – Aparecida de Fátima Pedroso;
– 2009/2010 – Aparecida de Fátima Pedroso;
– 2011/2012 – Silmara Alves Feitosa;
– 2012/2013 – Maria José Soares Almendana.

Em 2009 a Escola foi ampliada, ganhando uma nova cozinha, refeitório, e outros espaços.

ESTRUTURA DA ESCOLA

Nº de turmas: Manhã 12 Tarde 12
Nº de Alunos Matriculados no Programa Mais Educação: 162 Alunos
Nº de Funcionários: 47
Nº de Professores: 22
Nº de Alunos: Educação Infantil: 110 Ensino Fundamental: 453
Níveis atendidos: Educação Infantil e Ensino Fundamental (anos iniciais).
Espaços Extras: Biblioteca, brinquedoteca, sala de jogos e danças, sala de artes e apoio pedagógico, sala de artesanato para as mães, laboratório de informática.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Horta e Jardim

Programa Mais Educação

O Programa Mais Educação, é um convênio firmado entre a Secretaria Municipal de Educação de Fazenda Rio Grande e o Ministério da Educação (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade/SECAD). Tem como principal objetivo elevar os índices de aprendizagem (IDEB) e a qualidade no desenvolvimento das crianças.

Carateriza-se pela ampliação do tempo escolar, não somente com atividades recreativas, mas com oportunidades diferenciadas de aprendizagem.

Escola Municipal Santa Fé

Endereço: Rua Rio Tietê Nº 500, Bairro Iguaçu I – CEP: 83.820.000
Contato: 41 3604-8640 | escolasantafe2011@bol.com.br

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: ELISANGELA SANTOS CAIRES

HISTÓRICO

Em 1990 implantou- se 5ª série do ensino fundamental onde o prédio foi ampliado para atender a necessidades da comunidade recebendo o nome Escola Estadual Deputado Heitor Alencar Furtado, ficando ativa com esse nome apenas um ano. Neste período Escola fazia turnos intermediários e tendo um funcionamento até 1994.

No ano de 1992, Fazenda Rio Grande tornou -se independente do município de Mandirituba de acordo com sua resolução 1273/92 municipalizando -se novamente sendo desvinculada da Rede Estadual e voltando a ser chamada de Escola Municipal Santa fé devido estar localizada no antigo Bairro Jardim Santa fé atualmente Iguaçu I.

No ano 1997, foi viabilizada a extensão para atender a Educação Infantil por mais dois anos nesse período conforme a necessidade foi ampliada para atendimento devido o crescimento da população . Em 2000 foi realizada a construção de mais sala de aula.

Atualmente a Escola possui 557 alunos. Atendendo 63 de educação Infantil, ensino fundamental de 8 anos 146 alunos de 4 ª série, ensino fundamental de nove anos 349 alunos de outros segmentos turmas.

A Filosofia da escola é definir sua missão com o compromisso e responsabilidade para o ensino de qualidade para todos os educandos proporcionando o acesso ao conhecimento em condições de igualdade para todos, formando cidadãos críticos capazes de exercer sua cidadania perante a sociedade.

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de funcionários: 14
Nº de professores: 27
Nº de estagiários: 8
Nº de turmas: Manhã 14 Tarde 14
Nº de alunos: 711 – Educação Infantil 87, Ensino Fundamental 469, Educação Especial 11 e Mais Educação 144

PROJETO DESENVOLVIDOS

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO

O Programa Mais Educação, criado pela Portaria Interministerial nº 17/2007, aumenta a oferta educativa nas escolas públicas por meio de atividades optativas que foram agrupadas em macrocampos como acompanhamento pedagógico, meio ambiente, esporte e lazer, direitos humanos, cultura e artes, cultura digital, prevenção e promoção da saúde, educomunicação, educação científica e educação econômica.

A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (SECAD/MEC), em parceria com a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. Sua operacionalização é feita por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O programa visa fomentar atividades para melhorar o ambiente escolar, tendo como base estudos desenvolvidos pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), utilizando os resultados da Prova Brasil de 2005. Nesses estudos destacou-se o uso do “Índice de Efeito Escola – IEE”, indicador do impacto que a escola pode ter na vida e no aprendizado do estudante, cruzando-se informações socioeconômicas do município no qual a escola está localizada.
Por esse motivo a área de atuação do programa foi demarcada inicialmente para atender, em caráter prioritário, as escolas que apresentam baixo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), situadas em capitais e regiões metropolitanas.

Para o desenvolvimento de cada atividade, o governo federal repassa recursos para ressarcimento de monitores, materiais de consumo e de apoio segundo as atividades. As escolas beneficiárias também recebem conjuntos de instrumentos musicais e rádio escolar, dentre outros; e referência de valores para equipamentos e materiais que podem ser adquiridos pela própria escola com os recursos repassados.

PROJETO LER E PENSAR

Criado em 1999, o projeto ler e pensar, gazeta do povo nas escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

Para maiores informações acesse http://www.institutogrpcom.org.br/projeto-ler-e-pensar

CONSTRUINDO VALORES

O projeto “Construindo Valores” foi implantado no Ensino Fundamental do 1º ao 5º Ano e vem para enriquecer ainda mais o trabalho diário que a escola desenvolve quanto à educação por princípios.

Fundamentado na palavra de Deus e nos PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais), o projeto vem contribuindo com a educação propagando valores como: amor, gratidão, solidariedade, saúde, pluralidade cultural, orientação sexual. Valores estes que contribuirão para o desenvolvimento cognitivo, social e espiritual do aluno.

O projeto atua há 30 anos em escolas públicas e particulares de Curitiba e região metropolitana, com voluntários devidamente capacitados para este trabalho.

As atividades propostas estão sendo desenvolvidas uma vez na semana em sala de aula, com duração de 45 minutos, sendo o planejamento adaptado de acordo com a faixa etária de cada turma. A metodologia usada como: musicalização, dinâmica, jogos, teatro, bonecos, exercícios escritos, conversações, etc., vem aprimorar o tema proposto de cada aula, estimulando o raciocínio, a comunicação, a descontração, integração, afetividade e reflexão de comportamento, trabalhando valores através do exemplo de Cristo.

Cada aluno tem a disposição um livro didático sem quaisquer ônus para os pais. O planejamento em sua íntegra, se encontra nos arquivos da escola à disposição para consulta.

SOCIEDADE BÍBLICA DO BRASIL

Desde 1977, esse programa promove a distribuição de material didático e paradidático a escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental. O material é utilizado tanto no Ensino Religioso curricular como no desenvolvimento de atividades pedagógicas complementares, ampliando o contato da comunidade escolar com a Bíblia. Por meio dessas ações, o programa busca: suprir as necessidades de material específico para esta disciplina; favorecer o resgate de valores éticos e espirituais entre crianças e adolescentes; contribuir para o fortalecimento do núcleo familiar; promover a cidadania e a integração dos beneficiados no mercado de trabalho.

O programa é desenvolvido por meio de dois projetos: Estudando com a Bíblia (ECAB) e o Introdução aos Valores Bíblicos, com os seguintes objetivos: Desenvolvimento ético e espiritual, promoção da educação e cultura e promoção da cidadania.

– Estudando com a Bíblia (ECAB)

Desenvolvido em parceria com Prefeituras Municipais, esse projeto tem como objetivo incentivar a implantação do Ensino Religioso. Por isso, a SBB desenvolveu o material didático Estudando com a Bíblia (ECAB). Trata-se de uma coleção voltada a alunos de Educação Infantil e Ensino Fundamental, que reúne diversas atividades e exercícios de fixação, e tornou-se material de referência para o estudo da Bíblia em sala de aula.

– Introdução aos Valores Bíblicos

O projeto contempla com literatura bíblica escolas que desenvolvem ações pontuais com o objetivo de divulgar a Bíblia e torná-la relevante à vida desse público, especialmente no que se refere ao resgate de valores. Para a sua execução, o projeto conta com a colaboração de voluntários que têm a função de desenvolver atividades em torno da Bíblia em instituições de ensino.

COPOEMA – CONCURSO DE PRODUÇÕES TEXTUAIS, DESENHOS E FOTOGRAFIA SOBRE MEIO AMBIENTE

A temática do ano de 2012 é “Reciclar é Defender o Meio Ambiente”, com o objetivo de incentivar alunos e professores de Fazenda Rio Grande a compartilhar os vários trabalhos desenvolvidos e divulgar as ações relacionadas à preservação e à proteção ambiental, tendo como ponto de partida a importância e o valor da vida para o respeito aos direitos e à dignidade do ser humano. Desse modo, também exaltar a cultura da expressão dos sentimentos através das diferentes linguagens e de imagens fotográficas.

AGRINHO

O Agrinho é um Programa de responsabilidade social realizado pelo Estado do Paraná. Teve seu inicio no ano de 1995, quando foram sistematizadas as propostas pedagógicas que tinham por essência os “Temas Transversais”. Em seu inicio o Programa priorizou a temática ambiental, tentando responder questões importantes sobre a contaminação da população por agrotóxicos. No decorrer, com a excelente aceitação do mesmo, foram ampliadas as temáticas, passando a discutir também questões referentes a Cidadania, Trabalho e Consumo, Civismo e Saúde.

Professores e alunos participantes do programa recebem com entusiasmo o material publicado anualmente, o qual apresenta diversas sugestões metodológicas para enriquecer o trabalho em sala de aula. Dentre estas práticas podemos destacar as dramatizações, jogos de encaixe, quebra cabeça, resolução de problemas, recorte e colagem, produção de textos, confecção de livros, dobraduras, etc.

O Programa fornece também, Formação Continuada, para os professores e pedagogos, enfatizando as diferentes Metodologias.

Escola Municipal Santa Maria

Endereço: Rua Fortaleza, s/nº – Bairro Santa Maria
Contato: 41 3627-5547 | escolasantamari@gmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: SIMONE TATIANE DOS SANTOS DE ALMEIDA GIRARDE
Vice-diretora: MONICA DE FÁTIMA ANDRETTA

HISTÓRICO

A escola iniciou seu funcionamento dia 13 de maio de 1996 como extensão da Escola Municipal Francisco Quirino Machado. Somente no ano de 1998 ela foi regulamentada.
Recebeu este nome por estar localizada em uma grande área agrícola denominada Santa Maria, que mais tarde foi vendida pelos herdeiros à uma imobiliária que transformou em pequenos lotes. Alguns destes lotes foram vendidos, outros foram ocupados pelos próprios moradores e pessoas oriundas de outras localidades.

Com o aumento desordenado da população, houve-se a necessidade de fundar uma escola neste local, visto que a mais próxima ficava alguns quilômetros de distância, dificultando o acesso e o ingresso de muitas crianças.

No ano de 2004, foi construído um novo prédio ao lado, pois este já não tinha espaço físico para atender a demanda escolar.

No ano de 2005 a escola foi reformada e o antigo prédio foi cedido para o Estado, no qual, neste mesmo ano, iniciou o funcionamento da Escola Estadual Valdevino Parolim Acordes, que atende de 5ª a 8ª série nos períodos da manhã e tarde .

Em 2006, foi construída no pátio da Instituição, uma quadra esportiva para ser utilizada pelo Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), o qual atende os alunos da comunidade no contra-turno.

Atualmente a escola atende 285 alunos.

Número de funcionários: 20
Número de professores: 14
Número de Turmas: Manhã 07 / Tarde 07
Número de Alunos: Total: 286 / Educação Infantil: 72 / Ensino Fundamental: 214

PROJETOS DESENVOLVIDOS

COCA-COLA

Este projeto tem o objetivo de conscientizar a todos os alunos sobre o uso execessivo do lixo, para onde ele vai, seu tempo dse decomposição e os danos que ele pode causar para a natureza.

Logo após o trabalho realizado dentro e fora de sala de aula, os alunos fazem uma visita a fábrica da Coca-Cola, para melhor aquisição e compreensão do conhecimento adquirido em sala de aula.

ÁGUA É VIDA

Este projeto tem o objetivo de conscietizar o colegiado principalemtne a comunidade, na utilização da água de maneira proveitosa, evitando o uso excessivo, incentivando e resgatando a responsabilidade de cada um.

LEITURA

Este projeto tem a finalidade de desenvolver o gosto pela leitura entre os alunos, visando pleno desenvolvimento na leitura e escrita de maneira agradável e prazerosa. Proporcionando o conhecimento dentro e fora da escola através da leitura, buscando a interação família e escola, na apropriação da informação gráfica.

CRER PARA VER, NATURA COSMÉTICOS

Este projeto tem como objetivo contribuir para um dos aspectos mais relevantes e estruturais da sociedade: a qualidade da educação das escolas públicas brasileiras.

Essa ação amplia o universo cultural de alunos e professores, por meio de acesso à leitura de bons livros de literatura infantil. A escolha da leitura como o principal tema deve-se por ser uma estratégia mundialmente conhecida como determinante para a aprendizagem e para promover um melhor desempenho escolar ao longo de toda a vida.

BELEZA NEGRA

É um projeto socioeducativo qie tem o objetivo de resgatar a história da África juntamente com a história brasileira, mostando que o Brasil é um país que se compõe de muitas composições étnicas e que resultam em uma sociedade com um grau elevado de miscigenação, valorizando o negro na sociedade.

PROJETO LER E PENSAR

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

MINHAS MÃOS PODEM COLHER

Tem a finalidade de incentivar os cuidados com o meio ambiente, mostrando aos alunos os cuidados que devemos ter com as plantas, aplicando os conhecimentos adquiridos na sala de aula em nossa horta, semeando e cultivando para que nossas mãos possam colher.

DIA DIFERENTE

Tem o objetivo de promover a participação entre os alunos na interação da comunidade na escola, alorizando a socialização entre os alunos na durante as atividades realizadas dentro e fora da sala de aula, ´proporcionado a todos um momento agradável e divertido.

PROERD

O Programa consiste em uma ação conjunta entre o Policia Militar, através de um Policial devidamente capacitado, chamado Policial PROERD, professores, especialistas, estudantes, pais e comunidade, com o objetivo de prevenir e reduzir o uso indevido de drogas e a prática de violência entre estudantes, bem como, ajudar os alunos a reconhecerem e resistirem às pressões e às influências diárias para o uso de drogas e a prática de violência.

O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Policia Militar para a valorização da vida, contribuindo assim para o fortalecimento da cultura, da paz e também a formação de uma sociedade mais saudável e feliz.

PROJETO HORTA

O Projeto horta é realizado pela equipe de gestão em conjunto com 28 monitores, representantes das turmas da Escola. Duas vezes por semana, os educandos se reunem logo no início da aula e coletivamente realizam as ações como plantar, regar, adubar, semear. De acordo com a diretora da Escola Professora Deusdete, a produção serve como parte da própria alimentação dos educandos.

PROJETO ÁGUA E RECICLAGEM

PROGRAMA AGRINHO

O Agrinho é um Programa de responsabilidade social realizado pelo Estado do Paraná. Teve seu inicio no ano de 1995, quando foram sistematizadas as propostas pedagógicas que tinham por essência os “Temas Transversais”. Em seu inicio o Programa priorizou a temática ambiental, tentando responder questões importantes sobre a contaminação da população por agrotóxicos. No decorrer, com a ecxelente aceitação do mesmo, foram ampliadas as temáticas, passando a discutir também questões referentes a Cidadania, Trabalho e Consumo, Civismo e Saúde.

Professores e alunos participantes do programa recebem com entusiasmo o material publicado anualmente, o qual apresenta diversas sugestões metodologicas para enriquecer o trabalho em sala de aula. Dentre estas práticas podemos destacar as dramatizações, jogos de encaixe, quebra cabeça, resolução de problemas, recorte e colagem, produção de textos, confecção de livros, dobraduras, etc.

Escola Municipal São Francisco de Assis

Endereço: Rua El Salvador, 471 – Nações
Contato: 41 3604-2681 | escolasaofrancisco1988@gmail.com

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: ALEXANDRA DOS SANTOS

Escola Municipal São Gabriel

Endereço: Rua Dinamarca, 737, Bairro Nações – CEP: 83823-208
Contato: 41 3604-1077 | escolasaogabriel@hotmail.com | emsg@fazendariogrande.pr.gov.br

EQUIPE DE GESTÃO

Direção: JULIANA ALVES FERREIRA

QUADRO DE FUNCIONÁRIOS

Nº de funcionários: 11
Nº de professores: 27
Nº de Turmas: Manhã 12 Tarde 12
Nº de Alunos: Educação Infantil 89 Ensino Fundamental 481 Educação Especial 09

PROJETOS DESENVOLVIDOS

Projeto Ler e Pensar

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.

O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

Programa Viva Meio Ambiente

Viva Meio Ambiente é um programa de Educação Ambiental que envolve questões urbanas e rurais. Atende escolas de 9 Municípios dos Estados do Paraná Santa Catarina.

Organizado e mantido pela OHL Brasil – Companhia de concessões rodoviárias do Brasil, tem como objetivo maior, contribuir para o conhecimento de professor para que o mesmo desenvolva trabalhos mais significativos sobre a temática ambiental nas escolas em que trabalha.

Projeto de Matemática

Ações do Ano de 2011

Exposição na feira do conhecimento interna e que teve continuidade na Feira do Conhecimento Municipal nos dias 18, 19 e 20 de Agosto de 2011.

Vários assuntos foram tratados, dentre eles, maquetes com tipos de moradias, exposição do corpo humano, Contos e outras histórias, utilização de outdoors, folders e maquetes do sistema solar

Escola Rural Municipal Alô Guimarães

Endereço: BR 116, Km 120, Comunidade São Sebastião – Passo Amarelo
Contato: 41 3655-1012 | documentacaoescolar.frg.sme@hotmail.com

Escola Rural Municipal Francisco Quirino Machado

Endereço: Avenida João Quirino Leal, 392, Bairro São Sebastião – CEP: 83820-000
Contato: 41 3604-7518 | ermfqm@fazendariogrande.pr.gov.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: GRAZIELE ORSO ROIK

HISTÓRICO

A Escola Rural Municipal Francisco Quirino Machado foi criada a partir da necessidade da comunidade, a qual não tinha como estudar, pois só haviam escolas no centro de Mandirituba e o acesso na época era muito difícil.

Em maio de 1950, em terreno doado pelo Senhor Francisco Quirino Machado, foi então inaugurada a escola Isolada Fazenda Rio Grande, situada próxima a Br 116, pertencia a São José dos Pinhais. Em 1963 o município foi desmembrado e a escola passou a pertencer a Mandirituba e a chamar-se Escola Isolada Sant’Ana.

Em 1985 mudou sua localização sendo construído em alvenaria no endereço acima onde funciona atualmente, por meio do Ato de Autorização de funcionamento: Resolução 5325/86 com o nome de Escola Rural Municipal Francisco Quirino Machado e a pertencer ao Município de Fazenda Rio Grande que se desmembrou do município de Mandirituba em 1992.

ESTRUTURA DA UNIDADE ESCOLAR

A Escola Municipal Francisco Quirino Machado atende 8 turmas do Ensino Fundamental, sendo 2 turmas de 1º ano, 1 turma de 2º ano, 2 turmas de 3º ano, 1 turma de 4º ano e 2 turmas de 4ª série, divididas entre manhã e tarde. Conta com uma mini biblioteca anexa a uma sala de aula, um laboratório de informática com 13 computadores, um parquinho e uma cancha de areia. No ano de 2010, a escola atende um total aproximado de 142 educandos, os quais participam de diversos projetos extra curriculares. No período noturno, funciona na instituição 2 turmas do CEEBJA.

PROJETOS DESENVOLVIDOS

AULAS DE REFORÇO NO CONTRATURNO

Durante toda a semana acontecem aulas de reforço no contraturno. Os educandos que apresentam maiores dificuldades participam uma vez por semana

PROJETO LER E PENSAR

Criado em 1999, o Projeto Ler e Pensar, Gazeta do Povo nas Escolas, é voltado ao fomento à leitura e à produção oral e escrita, tendo o acesso à informação como suporte à construção do conhecimento e formação de crianças e jovens para o exercício da cidadania.
O projeto se fundamente no diálogo entre os campos da comunicação e da educação, orientando para o correto aproveitamento da mídia jornal em escolas e espaços educativos.

PROJETO CONSTRUINDO VALORES

Realizado uma vez por semana com todos os alunos, pela pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular Senhora Sônia e pelo membro da mesma igreja Senhor David, regata valores diversos por meio de palestras, jogos, e música. Durante os encontros são abordados assuntos referentes ao respeito, solidariedade, drogas e violência.

PROJETO AGRINHO

O Agrinho é um Programa de responsabilidade social realizado pelo Estado do Paraná. Teve seu inicio no ano de 1995, quando foram sistematizadas as propostas pedagógicas que tinham por essência os “Temas Transversais”. Em seu inicio o Programa priorizou a temática ambiental, tentando responder questões importantes sobre a contaminação da população por agrotóxicos. No decorrer, com a ecxelente aceitação do mesmo, foram ampliadas as temáticas, passando a discutir também questões referentes a Cidadania, Trabalho e Consumo, Civismo e Saúde.

Professores e alunos participantes do programa recebem com entusiasmo o material publicado anualmente, o qual apresenta diversas sugestões metodológicas para enriquecer o trabalho em sala de aula. Dentre estas práticas podemos destacar as dramatizações, jogos de encaixe, quebra cabeça, resolução de problemas, recorte e colagem, produção de textos, confecção de livros, dobraduras, etc.

PROGRAMA PRÁTICA EDUCATIVA DE TRÂNSITO

Curso APRENDENDO E… VIVENDO, sob a execução e coordenação do Departamento de Estradas e Rodagem/PR, o qual atende alunos de 4ª série do Ensino Fundamental.

RECREIO DIVERTIDO

SOCIEDADE BIBLICA

Desde 1977, esse programa promove o estudo tanto no Ensino Religioso curricular como no desenvolvimento de atividades pedagógicas complementares, ampliando o contato da comunidade escolar com a Bíblia. Por meio dessas ações, o programa busca: favorecer o resgate de valores éticos e espirituais entre crianças e adolescentes; contribuir para o fortalecimento do núcleo familiar; promover a cidadania e a integração dos beneficiados no mercado de trabalho.

C.E.E.B.J.A. Fazenda Rio Grande

Endereço: Avenida Brasil, 1540 – Eucaliptos
Contato: 41 3627-6199

Diretora: Fátima Aparecida Nogueira

Escola Estadual Anita Canet

Endereço: Avenida Islândia, 1056 – Nações
Contato: 41 3604-3263

Diretor: Almir

Escola Estadual Bayard Osna

Endereço: Rua Rio Santana, 459 – Iguaçu
Telefone: 41 3627-2003

Diretor: Álvaro Antônio da Fonseca

Escola Estadual Desembargador Cunha Pereira

Endereço: Rua São Natalino, S/N – Santa Terezinha
Contato: 41 3627-4411

Diretora: Margarete Sleski

Escola Estadual Valdevino Parolin Acordes

Endereço: Rua Curitiba, 654 – Estados
Contato: 41 3627-0506

Diretora: Vera Lúcia

Escola Estadual Olindamir Merlin Claudino

Endereço: Rua Guiana, 544 – Nações
Contato: 41 3604-1197

Diretora: Maria Cristina F. Da Silva

Escola Estadual Lucy Requião

Jardim Sidon
Contato: 41 3604-6451

Diretor: Léo Victor

Escola Estadual Liria Micheleto Nichele

Endereço: Avenida Estados Unidos – Nações
Diretor: Flávio

Escola Estadual Dr. Décio Dossi

Endereço: Rua Largo Da Amoreira, 65 – Eucalíptos
Contato: 41 3604-3734

Diretor: Carlos Alberto Zanchi

Escola Estadual Desembargador Jorge Andriguetto

Endereço: Rua Cesar Carelli, S/N – Pioneiros
Contato: 41 3627-1815

Diretor: Fábio Luiz de Melo

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE

Escola XVII de Janeiro – Ed. Infantil e Ensino Fundametal (Anos Inicias EJA Fase I) na modalidade de Educação Especial – APAE de Fazenda Rio Grande
Endereço: Avenida Brasil, 1580 – Eucaliptos – CEP: 83820-000
Contato: 41 3604-3328 | Fax: 41 3608- 2055 | fazendariogrande@apaepr.org.br

EQUIPE DE GESTÃO

Diretora: Isabel Cristina Pelanda de Oliveira
Coordenação Pedagógica: Alcione Inocência Soares e Marcelli Tatiane Szadkoski

HISTÓRICO

A criação da Escola de Educação Especial Esperança de Vida está intimamente ligada à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Fazenda Rio Grande. Em 1991 foi fundada a APAE de Fazenda Rio Grande. Tendo como fundadores a Senhora Anete Maria Benato Barbosa e o Senhor Antônio Barbosa. Um casal que não mediram esforços para garantir o direito de aprendizagem a um de seus filhos.

Esse casal juntamente com outros pais sentiram a grande necessidade de obterem um atendimento especializado para seus filhos que só tinham acesso aos mesmos em municípios vizinhos.

Dado o primeiro passo, logo vieram os resultados concretos de um sonho que iniciado com muitas dificuldades. No ano de 1993 a APAE criou a Escola de Educação Especial Esperança de Vida atendendo apenas 7 alunos.

Algumas lembranças trazem à tona as dificuldades vividas pelos fundadores que dedicaram suas vidas acreditando que seria possível acontecer os atendimentos os quais viriam para contribuir na transformação da realidade vivida pelos alunos com história de deficiência.

Com muita dificuldade a escola atendia os alunos numa dinâmica árdua de tarefas distintas, porém necessárias. Todas as dificuldades sempre foram vividas com intensidade impulsionando a equipe de pais e funcionários que vivenciavam essas realidades de perto a continuarem lutando pela garantia dos atendimentos conquistados.

Hoje a escola apresenta uma realidade muito diferente da vivenciada em 1993 quando foi criada, tinhamos 5 (cinco) funcionários. Atualmente temos 50 (cinqüenta) funcionários e dispomos de uma grande infra-estrutura física para atendimento de 160 (cento e sessenta) alunos atualmente.

ESTRUTURA DA UNIDADE ESCOLAR

A Escola de Educação Especial Esperança de Vida é uma instituição que presta atendimentos educacionais, de saúde e assistenciais à pessoas com deficiência do município de Fazenda Rio Grande.

Afim de direcionar o trabalho pedagógico da instituição existe uma demanda específica atendida constituída por alunos com Deficiência mental; Deficiência múltipla e Condutas Típicas.

Assim, é necessário refletir acerca de alguns conceitos que permeiam a organização do trabalho pedagógico na escola, são eles:
Deficiencia Mental – “…A compreensão é uma das áreas que está mais afetada no deficiente mental, acarretando dificuldades para entender coisas abstratas, ordens verbais, situações de perigo”. (AUTOR…1999, p.35)

Assim a deficiência mental é compreendida como uma série de adaptações nas diferentes áreas da vida do aluno, tais como: comunicação, cuidados pessoais, o lazer, o trabalho e a própria aprendizagem acadêmica.

Deficiência Múltipla – São os casos em que o aluno apresenta duas ou mais deficiências, sendo deficiência mental e física, mental e auditiva, mental físcia e visual, entre outras, enfim, essas pessoas apresentam diferenças, limites e também capacidades que exigem da escola um olhar investigativo com vistas a descobrir caminhos de intervenções, comunicações e possibilidades de promoção do desenvolvimento, uma vez que muitas vezes a deficiência limitou o trabalho da escola na perspectiva da aprendizagem.

O trabalho com os alunos que apresentam deficiência múltipla envolve uma série de adaptações e estratégias que possibilitam a descoberta de novos caminhos para que nossas práticas possam contribuir com o processo de constituição do aluno enquanto sujeito.

Condutas típicas – “As condutas típicas podem se apresentar pelas manifestações de comportamentos típicos de portadores de síndromes, quadros psicológicos, neurológicos ou psiquiátricos que ocasionam atrasos no desenvolvimento e prejuízos no relacionamento social.” (PROPOSTA CURRICULAR MUNICIPAL, 2004).
A organização do trabalho com esses alunos exige a realização de práticas que compreendam questões de relacionamento, de convivência, de conhecimento de si próprio, de organização, de limites, de regras, enfim, práticas que privilegiem a socialização e a interação na comunidade em que vivem.

O trabalho educacional é voltado à programas de:

Estimulação Precoce;
Pré-escola;
Ensino Fundamental;
Projeto Pedagógico Específico;
Educação Profissional.

Atualmente a escola tem 12 turmas no período da manhã e 13 turmas no período da tarde.

Em relação aos espaços extra temos o parquinho e a brinquedoteca .

PROJETOS DESENVOLVIDOS

COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA

O trabalho a partir da rotina do aluno possibilita ao professor realizar a mediação, inserindo conceitos, desenvolver autonomia, possibilitar independência e constituição da identidade do sujeito. É assim que o professor descobre os símbolos ou figuras que farão parte da prancha de comunicação dos alunos.

A comunicação alternativa. Na escola dá os primeiros passos porém construindo aprendizagens a partir do que é a realidade da escola e dos alunos.

SEMANA DO EXCEPCIONAL

É uma semana de comemorações voltadas aos direitos das pessoas com deficiências com o objetivo de promover reflexões nas escolas das APAEs sobre as conquistas alcançadas até aqui pelo movimento.

Nossa escola sempre se engajou nesse trabalho porém nos últimos anos vem repensando as formas de encaminhamento do processo de reflexão na escola. Temos tido o cuidado de levar em consideração nossa realidade escolar para posteriormente poder organizar a semana do excepcional. Uma dos critérios adotados pelo coletivo da escola é a realização de oficinas, cursos aos alunos que contemplem aquilo que eles próprios têm a vontade e a curiosidade de aprender. Em 2007, por exemplo, eles sugeriram na pesquisa que queriam aprender sobre sexualidade. Assim a escola movimenta-se para tal inclusive trabalhando em paralelo com os pais sobre o mesmo assunto.

Também são organizadas palestras para a comunidade e eventos de divulgação da escola. É de praxe também a realização da caminhada que acontece em todo o país no mesmo dia e horário, marcando o início das atividades.

Em nossa escola existe a realização do culto ecumênico voltado a espiritualidade das famílias e comunidade.

AFETIVIDADE

É um trabalho desenvolvido especificamente com os funcionários da escola com o objetivo de trabalhar as relações humanas constituídas no espaço escolar. Percebeu-se a necessidade de resgatar alguns valores que devem permear o trabalho dos profissionais na educação especial. Por isso o trabalho está diretamente ligado ao toque e à relação de proximidade com o colega.

Esse trabalho possibilita aos funcionários que repensem suas trajetórias dentro da escola na dimensão dos relacionamentos com os colegas e principalmente com os alunos.

Durante as reflexões apresentadas aos grupos que são préviamente separados existe uma grande preocupação da pedagoga e da psicóloga da escola no desenvolvimento de novas atitudes a partir da possibilidade de olhar diferente para os problemas da escola.

É claro ao final dos trabalhos verificar como os resultados se aplicam na prática da escola. A partir da mudança de atitude das pessoas que compõem o universo escolar.

GRUPO DE PAIS

O grupo de pais e um projeto voltado às famílias que tem como objetivo trabalhar com as mães a partir dos seus relatos de experiências e vivências no dia-a-dia. Nesse trabalho é possível perceber o quanto as mães desenvolvem habilidades próprias no que se refere aos cuidados com os seus filhos e assim nós organizamos condições de socialização dessas práticas. É desenvolvido pela Psicóloga e Assistente Social.

GRUPO DE ATENDENTES

É um trabalho realizado pela escola com os funcionários que atuam com os alunos fora de sala de aula, como os motoristas, atendentes, cozinheiras, zeladoras, secretárias. O objetivo do trabalho é desenvolver aprendizagens que eles possam aplicar no desenvolvimento dos trabalhos com os alunos. A realização desse trabalho acontece com a psicóloga e a assistente social da escola.

FESTA JUNINA

Acontece todos os anos no período de junho com vistas a proporcionar aos alunos um momento de alegria e diversão, com objetivo pedagógico específico que é o desenvolvimento da autonomia dos alunos.

Acontece a divisão das tarefas aonde os alunos são os responsáveis por preparar as barraquinhas, organiza-las e servir o lanche. Este deverá ser escolhido por cada aluno que recebe antecipadamente as suas fichinhas confeccionadas a partir da combinação de símbolos entre a comunicação alternativa e a própria escrita.
Também temos as danças típicas e as quadrilhas. Todos se vestem de caipira para participar da festa.

JOCOPS

São os jogos colegiais promovido pelo Governo do Estado do Paraná, para todas as instituições de ensino no estado.
Nossa escola participa das três fases: regional, macro-regional e Estadual. Participando das modalidades de atletismo e futsal. Apesar da educação física de nossa escola não ter por objetivo a competição, aproveitam-se as habilidades dos alunos para cada área. Essa competição acontece anualmente.

OLÍMPIADAS DAS APAES

É uma competição promovida pela federação estadual e nacional das apae´s. Esta competição acontece em 3 níveis. As regionais, que em nosso caso acontece na forma de seletiva, depois os classificados passam para a fase estadual e assim para a nacional. Nossa escola conta com atletas estaduais de futsal, atletismo, futebol de campo e ginástica artística. Acontece a cada 3 anos.

FESTIVAL NOSSA ARTE

É um festival artístico promovido pelas federações Estaduais e Nacional das APAES com o intuito de selecionar trabalhos nas áreas de artesanato, artes visuais, teatro, dança, artes musicais e dança folclórica. Estes trabalhos são selecionados nos conselhos regionais que representarão o mesmo no festival estadual e depois no nacional. Nossa escola participa em todas as categorias, obtendo resultados satisfatórios. Acontece a cada 3 anos.

AMOSTRA NOSSA ARTE, NOSSO TALENTO

Esta amostra de trabalhos visuais acontece juntamente com o encontro estadual das apaes, com a finalidade de mostrar o trabalho artístico das escolas. Acontece a cada 3 anos. São selecionados trabalhos nos conselhos regionais.

FERA

Festival de artes da rede estudantil, promovido pelo governo do estado do Paraná, com o intuito de difundir a arte em suas inúmeras essências. Nossa escola participa anualmente com o grupo de dança.

FESTIVAL INTERNO

Projeto interno da escola que tem como objetivo conhecer e reconhecer todos os talentos da escola, professores e alunos. são válidas todas as modalidades de palco. Acontece como encerramento da semana do excepcional.

AUTO DE NATAL

Projeto interno da escola com a finalidade de celebrar o natal com a comunidade. Marca o encerramento do ano letivo da escola. São convidados padrinhos para presentear os alunos e os mesmos retribuem com apresentações e uma pequena lembrança preparada na escola.

TREINAMENTOS

Acontecem paralelos à aula de educação física, com o futsal, atletismo, e ginástica artística. Com o intuito de participar de campeonatos, olimpíadas, seletivas, JOCOPS.

APRESENTAÇÕES

A escola possui um grupo de dança e um grupo de teatro que frequentemente participam de apresentações no município, e em outras cidades. Também a formação destes grupos tem o objetivo de participar do festival nossa arte e do FERA.

CAMPEONATOS

A escola possui atletas que participam de competições Estaduais e também Nacional. As seletivas regionais também selecionam para estes campeonatos, que acontecem a cada 2 anos nas modalidades de ginástica artística e futsal.

CARTÕES DE NATAL

A federação estadual e nacional das Apaes promove anualmente o concurso de cartões de natal, com o intuito de selecionar os mais belos desenhos para ilustrar os cartões da campanha de natal.

BRINQUEDOTECA

O objetivo da brinquedoteca é de contribuir para o desenvolvimento da ludicidade no processo ensino-aprendizagem, onde buscamos: Brincar, cantar, criar, pintar, jogar, aprender com prazer, enfim, viver a alegria, a própria infância. O brincar desenvolvendo suas potencialidades: intelectuais, perceptivas, afetivas e sociais. “O brincar como um modo de ser e estar no mundo; o brincar como uma das prioridades de estudo nos espaços de debates pedagógicos”.

Na brinquedoteca a descoberta do mundo, o aprendizado e o prazer são só uma coisa. Todas as atividades tendem a levar o interesse e a vontade das crianças em direção ao desenvolvimento de suas potencialidades.

Proporcionar aos alunos o contato com diferentes brinquedos, materiais artísticos a fim de lhe estimular os diferentes sentidos (olhar, ouvir, perceber e sentir).

Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral - CADI

Diretor Presidente: Marcel Lins Camargo

Endereço: Rua Dinamarca, n.º 04 – Nações
Contato: 41 3608-1343 | marcel@cadi.org.br