Vacinação contra gripe é ampliada para toda a população.

Vacinação contra gripe é ampliada para toda a população

- Vacinação contra gripe é ampliada para toda a população.

Seguindo recomendação do Ministério da Saúde, desde segunda-feira (5), a vacina contra a gripe está liberada à população que não faz parte dos grupos prioritários. Esta medida só é válida para esta campanha e foi adotada porque ainda há um estoque disponível de vacinas.

Conforme a Sesa, a estimativa é que tenham sido vacinadas mais de 2,1 milhões de pessoas do público-alvo, entre elas crianças, trabalhadores da área da saúde, gestantes, puérperas, indígenas, idosos e professores. O número equivale a cerca de 90% do total estipulado.

Até a última sexta-feira (22), Fazenda Rio Grande já ultrapassou a meta de 90% aos grupos prioritários, ficando apenas o grupo de trabalhadores da saúde que ainda não alcançou a meta prevista.

Prevenção

A vacina, protege dos três tipos de vírus de maior circulação, sendo o H1N1, o H3N2 e o influenza do tipo B.

A transmissão dos vírus influenza ocorre pelo contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada. A orientação é que a população tome cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais fechados com aglomeração de pessoas.

Mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe, especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações, devem procurar imediatamente, atendimento médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, vômitos, dor muscular intensa e prostração.