Fazenda Rio Grande já liberou mais de R$ 286 mil para novos empreendedores.

Fazenda Rio Grande já liberou mais de R$ 286 mil para novos empreendedores

- Fazenda Rio Grande já liberou mais de R$ 286 mil para novos empreendedores.

Fazenda Rio Grande tem incentivado cada vez mais a formação e o fomento para impulsionar novas empresas. Nos últimos dois anos o setor de Fomento atingiu R$ 286 mil em investimentos dirigidos para 28 projetos originados na Sala do Empreendedor.

Segundo o agente de crédito e desenvolvimento, coordenador do Banco do Empreendedor, Cleberson Zepechouka, esses números mostram a “vocação empreendedora” do município.

“Temos divulgado nossos cursos, palestras, ações de orientação e isso tem resultado em uma procura muito boa por parte de novos empreendedores”, disse.

Os investimentos têm um teto de até R$ 20 mil por MEI direcionados para ampliações dos serviços, melhorias, contratações e outras ações que garantem um “upgrade” em seus negócios.

A microempresária Lidiane Santos Teider, proprietária do brechó Pura Ternura, decidiu dar um “upgrade” em seu negócio, instalado no bairro Eucaliptos.

“O investimento ajudou bastante, queria fazer uma ampliação do espaço”, disse Lidiane, que constituiu sua MEI há três anos.

Em sua opinião, o acesso ao crédito foi tranquilo, sem burocracias. “Foi bem fácil, não houve problema algum, estava com toda a documentação e isso facilitou”, comentou.

Diego Fidêncio também utilizou um investimento para dar um “upgrade” em seu negócio. Proprietário da Barbearia San Diego há um ano e dois meses, ele ressalta a facilidade nas informações e o incentivo dado pelo município.

“Todo empreendedor sente dificuldades no começo, e os recursos que conseguimos dentro dos programas da Sala do Empreendedor são importantes para isso”, disse Diego.

Segundo ele, as orientações recebidas e as ações ligadas à Sala do Empreendedor foram importantes nesse processo. “Houve uma interação muito positiva, o acolhimento na Sala do Empreendedor, todo o trabalho desenvolvido pelos agentes nos coloca à vontade e muito bem informados”, concluiu.

No ano passado (2018), a Sala do Empreendedor já havia registrado uma grande evolução em relação ao ano anterior, quando registrou 27.397 atendimentos, um número 67% superior a 2017.

Os atendimentos na Sala do Empreendedor são realizados pelos agentes de crédito Lucas Moreira e Luiz Lemos, além de Cleberson Zepechouka e Cristiane Chaves que coordenam a área do MEI.

Mais informações pelo link: http://www.salasdoempreendedor.com.br/consulta.php?cidade=35