Blitz educativa dá início às atividades de prevenção à AIDS em Fazenda Rio Grande.

Blitz educativa dá início às atividades de prevenção à AIDS em Fazenda Rio Grande

- Blitz educativa dá início às atividades de prevenção à AIDS em Fazenda Rio Grande.

Uma blitz educativa no cruzamento das Avenidas Brasil e das Araucárias, orientou fazendenses sobre a importância da prevenção à Aids. A blitz foi realizada pela Vigilância em Saúde e deu início às ações de combate que vêm sendo desenvolvidas durante o mês de dezembro pela Secretaria Municipal de Saúde, com orientações, realização de testes rápidos para diagnóstico, consultas médicas e de enfermagem.
Durante a blitz, pedestres e condutores de veículos que passaram pelo local receberam preservativos e panfletos informando sobre métodos preventivos e como o vírus da doença é transmitido. A ação marcou o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado em 1º de dezembro, criado pela Organização Mundial da Saúde (ONU), no final dos anos 80, para relembrar o combate à doença e despertar nas pessoas a consciência da necessidade da prevenção, além de aumentar a compreensão sobre a síndrome e reforçar a tolerância e a compaixão às pessoas infectadas.
Estimativas do Ministério da Saúde apontam que o número de pessoas infectadas pelo HIV no Brasil é de aproximadamente 530 mil. Dessas, 25,4% não sabem que estão infectadas, e cerca de 30% dos pacientes ainda chegam ao serviço de saúde tardiamente.
Segundo dados informados pela coordenadora de Vigilância em Saúde, Nelcelí Garcia, em Fazenda Rio Grande há 381 pacientes em tratamento. “A prevenção é primordial para o sucesso do tratamento; muitas pessoas, só procuram a assistência à saúde quando apresentam sintomas; e no caso da AIDS, é quando a doença já está evoluída; portanto, a prevenção periódica e o diagnóstico precoce, são importantíssimos, afirma Nelcelí.
Segundo a coordenadora, o teste rápido para se saber se a pessoa está infectada pelo vírus HIV é realizado de forma gratuita e sigilosa, nas Unidades de Atenção Básica do Município, qualquer pessoa que têm interesse e queira realizar o seu teste ou tirar dúvidas podem procurar a Unidade de Saúde do seu bairro.
É agendada a realização do exame onde se prossegue uma avaliação prévia, e a realização do teste, que dura apenas alguns minutos. Se o teste dá positivo para HIV, o paciente é encaminhado ao serviço de referência para dar início ao tratamento e acompanhamento especializado.
O secretário de Saúde Rejomar Andrade afirmou: “Estamos no mês de dezembro intensificando ainda mais as ações de combate à AIDS com informação, prevenção e diagnóstico precoce. A AIDS tem tratamento e este possibilita às pessoas melhor qualidade de vida, sendo que o tratamento é gratuito oferecido pelo SUS”, destaca.