Profissionais da Saúde recebem capacitação sobre sarampo.

Profissionais da Saúde recebem capacitação sobre sarampo

- Profissionais da Saúde recebem capacitação sobre sarampo.

Enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitárias de Saúde que atuam nas unidades básicas de saúde de Fazenda Rio Grande, participaram na última quarta-feira (4), de um treinamento sobre sarampo promovido pela Vigilância em Saúde Municipal.

A capacitação aconteceu em dois momentos, no auditório da Escola Técnica Erotides Ângelo Nichele e teve como objetivo a prevenção da doença no município, 91 profissionais foram capacitados.

Além da equipe organizadora, três acadêmicos de medicina que estão desenvolvendo atividades na Vigilância, explanaram sobre a doença pontuando questões importantes de alerta a esses profissionais que estão no dia-dia em atendimento à população de Fazenda Rio Grande, que até o momento não tem casos confirmados da doença.

“O propósito é que os profissionais sirvam como multiplicadores das informações nas unidades de saúde do município, com relação aos sinais, sintomas e ações de bloqueio contra o sarampo, uma vez que, estamos passando por um período de risco para a doença”, explica a diretora de Vigilância em Saúde Nelcelí Garcia.

Para Alexsandra Bispo, coordenadora de Epidemiologia municipal, a capacitação é uma forma de atualizar os profissionais da saúde e reforçar a importância das notificações de casos suspeitos de sarampo. “Não houve registro de sarampo em morador de Fazenda Rio Grande até o momento, mas estamos alerta para pessoas que contraíram a doença em outra cidade ou estado e venham visitar nosso município e a doença possa se manifestar. A cada caso suspeito, a ação de bloqueio vacinal deve ser desencadeada imediatamente”, explica.

O acadêmico de medicina Jader de Vasconcelos pontuou sobre o sarampo ser uma doença viral, infecciosa, grave, extremamente contagiosa e comum na infância, enfatizando que independente da idade, a doença pode vir acompanhada por febre, manchas vermelhas no corpo, tosse, coriza e conjuntivite. Lembrou ainda que, a transmissão pode acontecer de quatro a seis dias antes o surgimento das manchas e quatro dias após o aparecimento dos sintomas.

Vacinar é a melhor forma de se proteger contra a doença, alerta Graciele Batista, coordenadora municipal de Imunização. “Esse evento é uma maneira de preparar os profissionais para orientar da melhor maneira o paciente que não foi vacinado ou não se lembra de doses anteriores. Todos os postos de saúde de Fazenda Rio Grande possuem a vacina Tríplice Viral contra o sarampo”, afirma.

A secretária de Saúde Irani dos Santos, avaliando a capacitação como necessária ao bom andamento dos serviços comentou: “São capacitações importantíssimas para todos estarem preparados para reconhecer possíveis sintomas, levar a informação para seu ambiente de trabalho e dessa forma orientar a população.”