Secretaria de Saúde informa sobre abastecimento irregular de algumas vacinas pelo Ministério da Saúde.

Secretaria de Saúde informa sobre abastecimento irregular de algumas vacinas pelo Ministério da Saúde

- Secretaria de Saúde informa sobre abastecimento irregular de algumas vacinas pelo Ministério da Saúde.

A Secretaria de Saúde de Fazenda Rio Grande, informa que o abastecimento de algumas vacinas pelo Ministério da Saúde, encontram-se irregular.

As vacinas são: BCG, Pentavalente e VOP.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa), a coordenação do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, a BCG será enviada em pequenos lotes aos municípios, até que a situação seja normalizada.  A coordenação garante que assim que chegarem as doses, serão imediatamente distribuídas aos municípios. A vacina BCG (protege contra tuberculose), é administrada no 1º mês de vida, sendo a idade máxima para a realização da vacina, aos 4 anos de idade. A pentavalente (protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite e meningite por haemophilus), deve ser administrada em três doses: a primeira aos dois meses de idade, a segunda aos quatro e a terceira aos seis, sendo a idade máxima para a realização da vacina, aos 4 anos de idade. A VOP (protege contra poliomielite), e é aplicada como reforço aos 15 meses e aos 4 anos, sendo a idade máxima aos 4 anos.

Lembrando que as primeiras doses da vacina contra poliomielite é feita com a vacina VIP, a qual está com o abastecimento normal.

Orientamos a população, que, conforme a procura pelas vacinas,  as Unidades de Saúde estão anotando os nomes das criança para que os pais ou responsáveis sejam comunicados assim que recebermos novas doses. O Ministério da Saúde encaminhou para estados e municípios uma nota informativa, explicando o motivo para a falta das vacinas. Segundo o órgão, o laboratório teria descumprido requisitos de qualidade.

O recolhimento e substituição das vacinas foi solicitado à Organização Pan-Americana de Saúde. A previsão é que tudo se normalize até outubro.

A Secretaria Municipal de Fazenda Rio Grande, ressalta que as vacinas são fornecidas pela Secretaria Estadual de Saúde (SESA), que por sua vez, as recebe do Ministério da Saúde e pelos motivos descritos, não tem doses dessas vacinas ( assim como os outros municípios, pois dependem do abastecimento do Ministério da Saúde), e que aguarda o recebimento de um novo estoque das vacinas.

Será comunicado imediatamente, assim que se normalizar o abastecimento.